Publicidade

Estado de Minas

Espaço do leitor


postado em 25/08/2019 04:00

DAMARES
Atitude de ministra 
tem apoio explícito

Célio Paulo Muniz Costa
Sete Lagoas – MG

"Fez muito bem a ministra Damares Alves não concluir o famigerado Memorial da Anistia. Entretanto, deve virar hospital, faculdade ou escola. Como já foram gastos milhões, mister se faz para que essa obra seja concluída para que o dinheiro público seja bem aproveitado, haja vista que o Tesouro Nacional já paga 'indenizações' a guerrilheiros, assaltantes e sequestradores que queriam transformar o Brasil numa 
Venezuela faminta."


DEMOCRACIA
Cidadão apoia protestos, 
mas quer respeito

Humberto Schuwartz Soares
Vila Velha – ES

"Manifestações fazem parte da democracia, mas, por mais justas que sejam, prejudicar o 'ir e vir' das pessoas causa desconforto, tumulto e prejuízos. Sindicatos e estudantes o fazem à tarde, em dias úteis, para avolumar com involuntários saindo do serviço. Manifeste-se, mas respeite o direito dos outros."


MOBILIDADE
Leitor questiona 
projeto de ônibus

Gege Angelini
Belo Horizonte

"A definição já dada, de que BH é uma enorme cidade que engatinha em grandes decisões, se vê comprovada nos encaminhamentos de questões de relevante importância à sua população. Como afirma um amigo meu: 'Uma grande cidade provinciana e mal dirigida'. Nasci aqui, posso dar minha opinião, com base em fatos e mais fatos já vivenciados. Li, com perplexidade, a informação de que a Prefeitura de BH está sondando empréstimo vultoso para melhorar o sistema de ônibus na Avenida Amazonas. Se for verdade, veremos acontecer a mais esdrúxula medida posta em prática pelo poder municipal. Salgar carne podre, enxugar gelo, ou querem mais simbologias? Transporte via modal ônibus fumacentos, barulhentos, custosos, caros e mal preparados para atender a população é final de carreira. E os concessionários sabem disso e se apegam a eles, a menina dos olhos de ouro, mas que se fecham aos poucos. Ônibus caem de uso nas grandes cidade do mundo. Duvidam? Consultem grandes cidades da Europa e da América. Temos cinco grandes corredores de trânsito, prontos para receber VLT, os veículos leves sobre trilhos, ou até mesmo comboios de trens. Avenida Antônio Carlos, indo até o aeroporto de Confins, é o mais brilhante caso e que resolveria de vez um grave problema. Vem depois a Avenida Amazonas, chegando a Contagem e depois a Betim, Avenida Tereza Cristina, Avenida Cristiano Machado e Avenida Nossa Senhora do Carmo. Basta, apenas, envolvimento social, dedicação, agressividade, empenho e pronto. Mas nos parece que não temos e nunca teremos políticos capazes de assumir a tarefa. Com uma Câmara Municipal como está, mergulhada em falcatruas e escândalos a cada dia e a cada mandato, e um poder municipal como o atual, que não consegue sequer limpar e iluminar a Praça Sete, nunca teremos nada de Primeiro Mundo. De quinto, sim. E BH, chorosa, desce a ladeira."


Publicidade