Publicidade

Estado de Minas

Espaço do leitor


postado em 23/07/2019 04:05

BRASIL
O homem mais
honesto está preso

Humberto Schuwartz Soares
Vila Velha – ES

"Somos mais de 200 milhões de brasileiros e o nosso conceito de 
honestidade no exterior é duvidoso. Explico. Um dos ex-presidentes, embora condenado em três instâncias judiciais, preso e réu em mais cinco processos, se 
gaba e propala aos quatro cantos do planeta Terra ser o 'homem mais honesto do Brasil, injustiçado e perseguido'. Imagine qual é o nosso caráter sobre correção, honradez e decência para os estrangeiros, sabendo que o mais honesto  dos brasileiros é um presidiário e réu em vários processos em andamento."


STF
Crítica à atuação
dos ministros

Mário A. Dente
São Paulo

 "O Supremo Tribunal Federal (STF), como todos os servidores públicos, tem o 
vício de descumprir as leis, notadamente a Constituição, da qual é guardião. Enquanto há milhares de 
processos importantes mofando nas gavetas, porque os litigantes são 
desimportantes, quando surge uma solicitação de uma autoridade ativa ou passada os magistrados descumprem a fila e dão a decisão que lhes importa ou de interesse de seus amigos. Descumprem a Constituição que rege o seguinte: 'Todos são iguais perante a lei'. Enquanto permanecer tal situação, que parece ser eterna, só os poderosos terão, mas não serão direitos. Repito, terão, mas não serão direitos."

DÚVIDA 
O que os outros 
governos fizeram?

Antonio Jose Gomes Marques
Rio de Janeiro

 "No Brasil, a moda agora é 'tudo que o Bolsonaro falar, quer dizer que 
ele é mal informado, mente ou não conhece o assunto'. Até parece que antes dele estávamos vivendo numa ilha de prosperidade para todos os ditos descamisados que elegeram os do PT. Agora, em relação  ao garimpo, não vejo nenhuma ONG ou especialistas dizerem que índios arrendam terras para brancos detonarem os rios com mercúrio, por causa do ouro. Com o tamanho das terras e o número diminuto de índios, se não fizeram isso para ganhar algum, eles vão invadir as mesmas. E, aí, fica a pergunta do otário aqui: O que os últimos governos fizeram em relação a isso, inclusive com a segurança das comunidades, não só indígenas, mas todas as outras, como quilombolas, tão na moda hoje?"
BHTRANS
Leitor elucida sobre 
alterações em semáforos

Marco Antonio Soares 
Belo Horizonte

"Incríveis as últimas alterações nos tempos de sinais feitas pela BHTrans  nos principais cruzamentos de Belo Horizonte, como na Avenida Amazonas com a Avenida do Contorno, Rua Leopoldina com Contorno, e Rua Lavras com Contorno. Abrem para veículos  dobrarem à direita ou seguir em frente e, segundos depois, abrem para pedestres, ocasionando a paralisação de veículos com riscos de acidentes, como já presenciei. E, claro, ngestionamentos desnecessários. Por que não colocam três tempos? A impressão que se tem é que técnicos da empresa não  avaliam, praticamente, as consequências 
dessas medidas."


Publicidade