Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Caiu na rede

Ao criarmos uma relação de confiança legítima com o usuário, temos feito grande diferença nas decisões de compra


postado em 15/06/2019 04:05

 

 







Peixe não é, mas que caiu na rede, isso caiu – e como! É o marketing de influência, que vem se provando cada vez mais eficaz num mundo em que quase todos, de um jeito ou de outro, estão conectados, bastando um simples clique.

Com o novo modelo de consumo nascido dos avanços da tecnologia, engana-se quem ainda pensa que basta uma isca qualquer pra fisgar o consumidor. Em tempos de pulsantes redes sociais, vender exige conexão, que, não à toa, rima com emoção. E aí o marketing de influência navega em velocidade de cruzeiro, pois fomenta a criação de histórias com as marcas, impactando diretamente na relação cliente-vendedor.

Na tela principal do celular de milhões de usuários, as redes sociais desenvolveram uma capacidade extraordinária de conectar marcas com possíveis compradores, unindo o melhor dos dois mundos: narrativa e marketing. E é justamente aqui que nós, influenciadores digitais, estamos ocupando mais espaços.

Ao criarmos uma relação de confiança legítima com o usuário, temos feito grande diferença nas decisões de compra. Por meio da internet, conseguimos provocar e inspirar o modo de vida de milhões de pessoas ao redor do planeta, expondo marcas e produtos aos consumidores de forma leve e espontânea.

Ao abordar e abrir minhas opiniões e situações rotineiras, as pessoas se identificam com minha forma de pensar. E esse compartilhamento em tempo real de ideias gera o que chamamos de storytelling. Como influenciadora digital, meu lema principal é conectar emoções. Não sou a modelo perfeita apresentando a solução milagrosa para os problemas dos meus seguidores. Experimento. Coloco o produto à prova. Mostro a real. E é justamente essa forma natural de contar a história que gera identificação com o público. Mais do que isso: engaja, convence e influencia a decisão de compra.

Pesquisas comprovam o peso do influenciador digital no mercado. De acordo com dados da Nielsen Catalina Solutions, joint venture entre a Nielsen e a Catalina Marketing, conteúdos de influenciadores geram 11 vezes mais resultado do que campanhas tradicionais e o retorno sobre o investimento é de US$ 6,85 para cada dólar aplicado. Já estudo do site de pesquisas QualiBest aponta que os criadores de conteúdo só perdem em influência para parentes e amigos na hora em que o consumidor opta por um produto ou serviço. É a versão moderna da boa propaganda boca a boca.

Além da boa possibilidade de alavancagem dos negócios, outra vantagem para as organizações ao contratar um influenciador digital para fazer a publicidade de sua marca é o feedback instantâneo dos consumidores. Isso ocorre porque, no mundo virtual, eles conseguem externalizar mais facilmente seus anseios e necessidades.

O certo é que muita água ainda vai rolar, pois cada vez mais o consumo estará ligado à internet. Uma das novas ondas que se formam é com o Phygital (união das palavras physical, físico em inglês, com digital) Marketing, estratégia de interação das empresas com consumidores em um espaço real, visando melhorar a experiência deles com a inteligência digital.

Assim, o influencer marketing – termo original, em inglês – deixou de ser apenas mais uma aposta. É uma realidade. E, o melhor, vem com uma rede cheia de ganhos pra todos: marcas, influenciadores e consumidores.


Publicidade