Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Espaço do leitor


postado em 27/05/2019 04:07

Fiscalização
Defesa do Coaf no
Ministério da Justiça
 
Humberto Schuwartz Soares
Vila Velha – ES
 
“Sérgio Moro é a nossa salvação. É a esperança no sério combate à corrupção, mas, sem apoio da Câmara, aos poucos se esvazia. É vital, na caça aos corruptos, o Coaf no Ministério da Justiça. Os envolvidos em malfeitos são contra punições exemplares. Corruptos não dão recibos, por mais evidentes que sejam as provas, se dizem inocentes. Quando punidos, o são simbolicamente, em vez de prisão perpétua e confisco de bens. Quem deve teme o Coaf no Ministério da Justiça. Pois ele fora desse ministério será uma confissão
de cumplicidade dos deputados e senadores com o crime
organizado e, mais uma vez, a
corrupção seguirá aliviada.”


Cosméticos
Dona Marisa e
a venda da Avon
 
Antonio Jose Gomes Marques
Rio de Janeiro
 
“Depois que a maior revendedora de produtos cosméticos da Avon no Brasil, com diversos prêmios recebidos, a ‘best seller’ dona Marisa morreu, a empresa perdeu mercado e claro, lucro. Por isso resolveu vender suas atividades para a Natura, aquela que apoia gente como Fátima Bernardes. Essa que pessoalmente é totalmente diferente da apresentadora na televisão. Aliás, neste país, muita gente tem duas caras e, claro, duas bocas. E uns dizem que são honestos ainda.”


 
Estudo
Imigrantes levam à
expansão econômica
 
Caroline Arnold
São Paulo
 
“Quem disse que imigrante é um fardo para o país? Poucas pessoas sabem, mas uma nação que abriga os refugiados ou mesmo as pessoas que só querem tentar uma vida diferente e melhor em outro lugar tem muitas vantagens. Existe uma pesquisa que comprova isso e proporciona motivos para a comemoração do Dia do Imigrante no Brasil, em 25 de junho. A pesquisa feita pela revista Science Advances e liderada pelo pesquisador Hippolyte d’Albis, da Escola de Economia de Paris, se embasou em uma análise, entre os anos 1985 e 2015, de 15 países da Europa Ocidental. Os focos foram econômicos, demográfico, mudanças no PIB, desemprego, gastos públicos e impostos arrecadados. Os resultados foram diferentes do que a maioria das pessoas imagina, os países que asilam imigrantes têm seu PIB crescente, reduziram o desemprego e houve uma importante melhora nas finanças públicas. Claro, os gastos do governo foram maiores, porém as arrecadações de impostos cobriram as despesas. Em uma unidade e de forma visceral, Betty Milan, psicanalista e autora best-seller de Paris não acaba nunca, conta na obra Baal, publicada pela Record, uma história de superação de um imigrante do Oriente Médio nas terras tupiniquins. Nessa intensa narrativa, a autora expõe todos os percalços do personagem longe de sua terra natal e obrigado a começar do zero em um lugar completamente desconhecido. A história permite que o leitor sinta como se fosse na própria pele as dificuldades de ser um imigrante diante dos preconceitos sofridos. Porém, como muitos deles, o imigrante vence e constrói um império! Só não contava que pessoas sangue do seu sangue o derrubariam, desenraizariam sua cultura e fizessem de sua morte uma inquietação constante.”


Publicidade