Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Espaço do leitor


postado em 02/04/2019 05:06

Previdência
A responsabilidade do
Congresso na reforma 

Osvaldo Ferreira Valente 
Belo Horizonte

“Aprendi, há muito tempo, que os poderes da República são independentes, guardando apenas harmonia entre eles. Mas começo a pôr em dúvida esse meu conceito. Vamos lá. O Poder Executivo cultiva ideias e desejos para conduzir os negócios do Estado. Para isso, apresenta projetos que são encaminhados para análise do Congresso, que tem a prerrogativa de aprová-los, rejeitá-los ou modificá-los. Assim, entendo o sistema democrático. Os deputados e senadores são eleitos para trabalhar em Brasília como quaisquer outros trabalhadores, ou seja, de segunda a sexta. Se um projeto é complexo, como o da Previdência, eles podem, além das comissões regulamentares, criar grupos temáticos, convidando especialistas e convocando técnicos do Executivo para sanar dúvidas e justificar necessidades. Mas não é isso que vejo acontecer. É fato comentado que muitos deputados sequer leram o texto do projeto. Chegam terça à tarde, saem quinta na hora do almoço e ficam esperando que membros do Executivo comandem e até conduzam discussões. Estranho, muito estranho. Esperam uma conversinha de pé de ouvido, um ‘agrado’. Para que serve, então, o Congresso, fico pensando, se tudo é culpa do Executivo.”

1º de abril
Mentiras que
assolam o país 

Mário A. Dente
São Paulo

“Ontem foi 1º de abril, ‘Dia da Mentira”, dia dos políticos e dia em que transformaram o Brasil. Poderia ser outro país, se fosse inventor ou produtor de tecnologia e não só de produtos agrícolas. Um país enorme, mas só no tamanho. Somos campeões, pois temos 365 dias de 1º de abril.”


VERGONHA
Falta de cuidados
na rodovia 262 

Gil Jerónimo
Belo Horizonte 

“Venho formalizar uma reclamação à concessionária Triunfo Concebra, responsável pela rodovia 262. Pagamos um pedágio, caro por sinal, para transitar em uma estrada sem qualquer manutenção. Recentemente, voltando de São Gotardo, passei com o carro em uma cratera um pouco depois de Antunes. Quando cheguei ao próximo pedágio, reclamei com a funcionária da concessionária. Ela simplesmente deu uma gargalhada e disse que eu não era o primeiro a reclamar e nem seria o último. É uma vergonha tal situação.”


Transporte
Usuário descarta Uber,
e volta para o táxi 

Paulo Armando
Belo Horizonte

“Vocês que são usuários do Uber, como eu, já notaram a quantidade de carroças que estão rodando por aí? Pneus carecas, sem ar-condicionado e carros fedorentos. Estou voltando para os táxis, não me sinto mais seguro. Antes serviam até balinhas e água!”


Errata

Diferentemente do informado na reportagem “Ameaças ocultas”, publicada na página 13 da edição de 31 de março do caderno Gerais, o método construtivo da Barragem de Piabas, mantida pela mineradora Vale em Itabira, é de alteamento a jusante. A represa se destina ao armazenamento de sedimentos.


Publicidade