Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Espaço do leitor


postado em 04/02/2019 05:09

DEPUTADO FEDERAL
Atuação do Coaf
recebe críticas

Marieta Barugo
São Paulo

"A Procuradoria-Geral da República denunciou o deputado federal Luiz Sérgio (PT-RJ) por desvio de R$ 49 mil, gastos pela Câmara, na contratação de uma funcionária fantasma. Entre 2013 e 2015, a 'secretária parlamentar' do gabinete em Brasília trabalhava como estagiária na Prefeitura de Mendes-RJ, e cursava engenharia de produção à noite em Vassouras. Cabe uma elementar e simples pergunta: cadê o Coaf? E cadê a presidência da Alerj?."


BRUMADINHO
Leitor culpa gestão
por rompimento

Antonio Negrão de Sá
Rio de Janeiro

"A culpa não é da Vale, uma empresa de exploração de minérios do subsolo brasileiro, estratégica no nosso desenvolvimento, assim como é a Petrobras na pesquisa e exploração do petróleo. A responsabilidade desses dois desastres ambientais é de gestão e deveria cair, inicialmente, na conta do governo FHC e seus apoiadores da época, em 1997. A Vale foi leiloada arbitrária e irregularmente por R$ 3,3 bilhões, quando seu valor de mercado supera os R$ 100 bilhões. Um assalto. A conta está chegando aos inocentes. Por pressão do mercado e da grande mídia, grupos privados adquiriram seus direitos, sem regulação e deveres, visando apenas ao lucro. Às favas fiscalização, meio ambiente, segurança, sustentabilidade."


ANIMAIS
Seres humanos é que são
os verdadeiros selvagens

Mário A.Dente
São Paulo

"Ver o noticiário impresso ou televisivo me obriga a qualificar os humanos muito pior que os animais. Exemplos: os animais não lutam nem se matam entre as mesmas raças, não têm deuses diferentes, nem se exterminam por crenças. Não lutam por times de vários esportes; não são usuários de drogas; não matam fêmeas por paixão, ciúme; não as forçam a praticar sexo contra a vontade, inclusive com crianças. Os animais não fazem essas coisas que os 'humanos' fazem. Os carnívoros não atacam os das mesmas raça e, no sexo, são fêmeas que comandam, com o cio, que é a época da reprodução dos filhotes. Os humanos é que são os animais mais selvagens!"


O CAMINHO
É preciso saber
como se caminha

Aline Wolff da Fontoura
Porto Alegre

"Sempre foi assim, alguém procura a verdade para si e depois a abre a outros. Pensamos que aquele que encontra a sua estrada deve mostrá-la. Pode ser útil a muitos, imensa é a alegria em ver o desenvolvimento saudável dos amigos. O mar é formado por tantos rios e tem espaço para todos. O outro é teu irmão e o teu irmão és tu. Somos indivíduos, mas ao mesmo tempo somos parte de um conjunto. Somos indivíduos dentro de um universo formado por partes singulares. Não estamos sós, devemos ter a capacidade de nos relacionar. Somos uma parte que age para um escopo geral. Quanto mais sadios são os componentes, mais vital será o grupo. Um pequeno homem pode mudar o mundo, assim como uma maçã sadia alimenta. O único medo seria não encontrar a estrada. Depois de vê-la, basta caminhar. Muitas vezes é trabalho pesado, mas trata-se de um fazer com escopo claro, consciente. Aqui não temos escolha. Descoberto o caminho, convém andar. Trata-se de decidir como usar esse tempo que recebemos de modo grátis. Quando te tornas por como és, és alegria. É somente conscientizar e fazer. Sem a ação, podes ter boa vontade, mas não é suficiente. A história é feita de pessoas em evolução concreta, é feita de pequenos homens que, como nós, caminham. Quando visualizamos o nosso projeto de modo claro, transparente, basta realizá-lo. É aquele, não é outro. Para uma outra pessoa será diverso, mas aquele é o meu. Lá eu sou, me torno, sinto paz, saúde, sou realizada. Fora daquele projeto, não sou eu. É simples tirocínio, decisão consciente de saber-se e depois agir historicamente. Não basta ser, temos esse tempo histórico para nos fazer evidência."


Publicidade