Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Espaço do leitor


postado em 13/01/2019 05:06

PREVIDÊNCIA
Brasil não tem guerra,
tem fome e desemprego

Antônio Negrão de Sá
Rio de Janeiro

“Na Previdência, as três áreas privilegiadas conhecidas são militares, Justiça e políticos. O corporativismo é gigantesco e intocável. Os militares já enviaram sua defesa: ‘Nossa atividade é atípica, exige muito esforço físico para garantir a lei, a ordem e a preparação para enfrentar o inimigo externo’. Historicamente, esse inimigo externo é ficção. A única guerra de que o Brasil participou foi no século 19, contra o Paraguai e com dois aliados. Quase perdeu. Hoje, uma guerra seria inviável. A guerra que o Brasil enfrenta é a fome, a injustiça e o desemprego. Por que, em períodos de paz, manter essa estrutura onerosa de guerra? Para que tanto esforço físico, materiais e imóveis? E por que esse esforço físico não permite se aposentar aos 65 anos e contribuir como todos? Que atividades e esforços são esses, maiores que os de um trabalhador rural? Impossível! Na ditadura de 1964, os três ministérios militares gastavam o dobro dos 13 civis.”


ARRECADAÇÃO
É necessário punir
sonegadores fiscais

Sebastião Ferreira
Belo Horizonte

“Todos aplaudem e festejam, com razão, a melhora do combate à corrupção e a punição de corruptos ocorrida a partir de 2014 no Brasil. A corrupção é realmente um câncer que, segundo entendidos, consome 2% do Produto Interno Bruto brasileiro (PIB). A punição aplicada aos corruptos, políticos, empresários, funcionários de estatais, servidores públicos e inclusive ao senhor Lula, realmente fez surgir uma luz no fim do túnel. Entretanto, há que se ressaltar que tanto a mídia quanto o povo e políticos que tanto exaltam a importância do combate à corrupção nada dizem em relação à sonegação fiscal, tão comum no nosso dia a dia, tão parte da nossa ‘cultura’. Os mesmos entendidos que dizem que a corrupção consome 2% do PIB, afirmam que a sonegação fiscal beira 4,5% PIB. Se não é possível aumentar os tributos existentes, e muito menos criar novos, uma outra medida importante para ajudar no equilíbrio fiscal brasileiro seria o incremento do combate à sonegação fiscal, inclusive com a adoção de medidas punitivas para os sonegadores semelhantes àquelas aplicadas aos corruptos, inclusive com prisão. Em países mais sérios, como os Estados Unidos, não se dá moleza a sonegadores.”
IMIGRAÇÃO
Leitor aprova saída
do Pacto Global

Antônio José Gomes Marques
Rio de Janeiro

“É lamentável ver experts, e como aparecem, falando que o Brasil pode perder mais do que ganhar saindo do Pacto Global de Imigração. Em geral, claro, devem ser petistas que torcem contra porque não sabem perder. Mas esses mesmos experts se esquecem de que a maioria dos países europeus estão no pacto e brigam entre si para não receber imigrantes, ou seja, isso se chama enganação ou hipocrisia barata, e muitos brasileiros que estão fora do país são estudantes, fazem intercâmbio e gastam grana lá fora. Os experts que nada falam da dívida de Cuba e outras democracias, cujo fiador foi o PT ético, que não nos pagam, e aí pode? Falem sério, claro, se conseguirem.”


NOVA TÉCNICA

Por que não implantamos
a dessalinização antes?

Baruch Jr.
São Paulo

“Sempre os petistas sendo patriotas e, claro, honestos. Vicente Andreu, ex-presidente da Agência Nacional de Águas (ANA), do ético e honesto governo Lula, diz que o Brasil já tem a técnica para tirar o sal da água do mar e não precisa de Israel. Por que não fizeram isso anos atrás? Em vez de usarem o ‘bolsa esmola’ para conseguir os votos de cabresto do povo nordestino? Ou foram negligentes mais uma vez ou foram canalhas.”

 

 

em.com.br

 

General defende exclusão dos militares da reforma da Previdência 
“Enquanto a população brasileira vive uma guerra urbana, as nossas gloriosas Forças Armadas estão nos quarteis, os recrutas levam os filhos dos superiores às escolas, as madames aos shoppings, às custas do dinheiro público. Quando se aposentam, recebem integralmente bem acima do teto previdenciário.”
Jorge Machado

Zema cancela exoneração de quase 300 servidores 
“Fez a coisa certa. Cortou pela raiz e, depois de análise, recontratou aqueles que deveriam voltar.”
Academia de Letras

“Isso é só o começo. De 13 mil vagas, exonerou menos de 50%...”
Tony Montana

facebook.com
General defende exclusão dos militares da reforma da Previdência
“A justificativa é que ‘os militares sempre se sacrificaram em prol do Brasil’... Por acaso os professores também não se sacrificam pelo país?”
Flávio Muniz

“A pergunta a ele seria: quem não está se sacrificando pelo Brasil, general?”
Michel Costa

“Mesmo não sendo militar, concordo. Os caras saem de casa e são alvos humanos. Se rolar uma guerra, estarão na linha de frente.”
Igor Coelho

Zema cancela exoneração de quase 300 servidores
“Vamos, Zema, torcemos por você! Você não precisa ser experiente, basta ser honesto que já está bom. Errar é humano...”
Rodrigo Diogo Vasconcellos

“O povo de Minas quis a mudança, tanto no estado quanto na Presidência. A mudança está aí...”
Joelson Martins


Publicidade