Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Espaço do leitor


postado em 07/01/2019 05:02

Imposto
À espera de desconto no IPVA pago em dia


Luciano Nogueira Marmontel
Pouso Alegre – MG

“O governo de Minas Gerais instituiu em 2017 o Programa Bom Pagador, de incentivo à pontualidade no pagamento de IPVA. Pelo programa, o veículo cujos débitos estaduais dos dois últimos anos estiverem em dia terá um desconto de 3% no valor do IPVA. Parece bom, mas… Inacreditavelmente, o benefício não é dado ao proprietário, mas ao veículo – como se fosse esse quem pagasse o imposto. No meu caso, desde 2002, quando adquiri meu primeiro carro, nunca atrasei o IPVA. Porém, não faço jus ao benefício porque meu atual carro foi adquirido no fim de 2016 em São Paulo e transferido a Minas em 2017. Quem adquirir um veículo cujo proprietário anterior foi mau pagador não terá desconto, ao contrário de um mau pagador que adquirir o veículo de um bom pagador. E, absurdo do absurdo, quem comprar um veículo novo e o trocar em menos de dois anos não terá benefício, mesmo pagando exemplarmente. Como dizia um personagem de um antigo programa humorístico, ‘eu não sou palhaço. Estão me fazendo de palhaço’.”

Reclusão
Crítica ao pagamento de benefício a condenados


Mário A. Dente
São Paulo

“Vivemos – e pagamos os custos – de diversas leis criadas por jumentos. Uma delas é o auxílio-reclusão, maior que o salário mínimo recebido pelos trabalhadores pagadores de impostos, para os criminosos condenados, que não trabalham mas têm casa, comida e roupa lavada, custos pagos pelos não criminosos. Parece anedota de papagaio.”

Alerta
O exagero da internet para crianças e adolescentes


Ângela Mathylde
Belo Horizonte

“O advento da tecnologia trouxe maior qualidade de vida para a humanidade, não há dúvida. Principalmente a internet, que aumentou as possibilidades de comunicação e reduziu as diferenças sociais com a descentralização da cultura e da informação, entre outros benefícios. Mas, mesmo com recursos como o GPS, é possível se ‘perder’ com a internet. Ao longo do tempo, vem aumentando a quantidade de crianças e jovens que utilizam celulares, tablets e computadores indiscriminadamente. O uso desregulado dessas mídias pode afetar negativamente o sono, a concentração, causar depressão e o afastamento do convívio social. Isso porque os inúmeros estímulos provocados pelos aparelhos prejudicam a concentração dos alunos. Assimilar o conteúdo de uma disciplina se torna ainda mais difícil quando compete com as atrações por trás das telas, principalmente por serem, muitas vezes, consideradas aos olhos dos jovens. Um agravante, considerado sinal de dependência, é quando crianças e jovens trocam brincadeiras e passeios com os amigos pela tecnologia, podendo desencadear transtornos psicológicos, como a depressão, devido à diminuição do contato social. Além disso, a exposição indiscriminada de crianças e jovens às tecnologias pode desenvolver o chamado ‘autismo virtual’. Isso porque os pequenos, que passam muito tempo na frente das telas de celulares, computadores, tablets e outras mídias sociais podem apresentar características do Transtorno do Espectro Autista. Entretanto, quando os pais proíbem as telas ou controlam seu uso, os sintomas são amenizados. Toda criança e adolescente necessita de estímulo cerebral, contatos físicos e linguagem para fazer conexões. Embora as telas com seus desenhos gráficos e cores chamem a atenção dos pequenos, elas não são capazes de proporcionar o desenvolvimento saudável do órgão.”

EM.Com

Denúncias de violência contra animais crescem em Minas e no Brasil
“E quem arruma gatos, que não ficam nas casas de seus donos, mas em telhados, nas casas dos outros perturbando suas noites de sono? Existe algum recurso pra quem se sente incomodado? Se ligar pra zoonoses ou qualquer outro órgão, alguém tomará providências? Tinha que multar quem ‘coloca em casa’, mas não cuida.”
Sandro

“Ou seja: ‘Cresce o número de covardes em MG’.”
Macgaren Junior

Recontratação de comissionados e vaivém do 13º: a primeira semana de Zema
“Para abrir a ‘caixa-preta’ das finanças, os comissionados da Secretaria de Estado da Fazenda estão trabalhando exonerados. Ou seja, o governador fez tudo às avessas. Sem os comissionados a ‘caixa-preta’ não é aberta. Começamos bem...”
Anderson Diniz

Governo Bolsonaro: o que esperar a partir do tom da primeira semana
“Colocar ordem na bagunça que está nosso país.”
Laura Albino

“Esperamos que ele e sua equipe parem de falar asneiras e comece a trabalhar de verdade, esqueçam a oposição ou se acham bons demais para governar sem oposição?”
Marcelo Alex

“Austeridade. É o que o Brasil precisa.”
Marise Muzzi Jácome

“Um novo tempo e o clima está mais ameno. Até a natureza demonstrando o verde do Brasil.”
Sônia Abreu

Recontratação de comissionados e vaivém do 13º: a primeira semana de Zema
“Governar é diferente de fazer campanha.”
Paulo Ricardo Dos Santos

Recontratação de comissionados e vaivém do 13º: a primeira semana de Zema
“Muita calma nesta hora. Não precisão de especulação, temos que deixar o governador trabalhar.”
Geraldo Brum @gebrum12

 

 


Publicidade