Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Espaço do leitor


postado em 06/01/2019 05:06

Operações
Transparência nas contas dos partidos

Antonio José Gomes Marques
Rio de Janeiro

“Será que agora o Coaf vai expor o nome e as operações de partidos como PT, PDT E Psol, que movimentaram mais de R$ 60 milhões na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj)? Por que será essa adoração pelo Queiroz, e a tal imparcialidade que dizem ter? Ou será que o negócio é atazanar o novo governo? Acho que já passou da hora de o Queiroz falar, mas também de outros partidos mostrarem o que fizeram e como fizeram essas movimentações. Senão, fica tudo desacreditado, literalmente.”

MINAS
A pressão dos deputados


Múcio Batista de Souza
Belo Horizonte

“O senhor Romeu Zema não terá as facilidades para governar Minas Gerais como teve para administrar suas empresas. Terá que enfrentar os 77 deputados estaduais, e ainda mais de cinco dezenas de deputados federais eleitos por Minas Gerais. Apesar de ter sido eleito com mais de 70% dos votos dos mineiros. Mas, sabendo-se da venalidade da atual classe política brasileira, com raríssimas exceções, não terá como resistir às pressões que, a seu modo, cada parlamentar irá, sutilmente, impor ao neófito ‘político’ mais bem votado para o governo de Minas em todos os tempos. Cínicos, por conveniência ou por índole, políticos ‘profissionais’ como a maioria dos brasileiros, nossos deputados e senadores ouvem algumas declarações de políticos vitoriosos e fingem concordar com elas plenamente. O povo gostou de ouvir do candidato Zema que ele iria doar seus vencimentos para instituições de caridade e, mais, não iria morar em prédio público, no Palácio. Ele está cumprindo todas essas promessas. Mas e os deputados mineiros? Embora recebam altos salários, ajuda de custo para isso e aquilo, ainda recebem auxílio-moradia. Mais de R$ 4 mil por mês. Em recente solenidade na Assembleia Legislativa para a posse do governador e vice-governador eleitos, um dos deputados que se encontrava ao lado de Romeu Zema, e um dos beneficiários do ‘salário moradia’, à época da aprovação desse imoral projeto de lei, justificou seu voto favorável dizendo: ‘Necessito desse benefício, pois adquiri um apartamento com prestações a perder de vista’.”

PRESIDENTE
Otimismo com a gestão de Bolsonaro


Jeovah Ferreira
Brasília

“O capitão Bolsonaro chegou. Veio para reconstruir o Brasil que foi dilapidado pelas mãos de gente vil. Chegou aclamado por uma multidão. Recebeu salva de gala, com 21 tiros de canhão. O capitão Bolsonaro chegou. Trouxe otimismo, trouxe esperança e fé e reascendeu o patriotismo. O capitão quer vida melhor para o povo. E sabe que isso é possível. Basta que seja banida a corrupção, uma prática inadmissível. O capitão quer ‘Ordem e Progresso’. Quer o que está estampado na bandeira do Brasil. O capitão não quer que a nossa ‘terra adorada’ seja chamada de covil. O capitão chegou. Dias melhores virão. Dos impostos que pagamos, veremos resultado de cada tostão. O capitão chegou. Veio com ele muita gente honrada. São mulheres e homens que vão ajudá-lo e que jamais serão chamados de cambada. O capitão Bolsonaro chegou. Tudo vai mudar daqui pra frente. Todos nós brasileiros nos orgulharemos de tê-lo como presidente. O capitão chegou. Ele é um homem de muita fibra. Será um grande estadista e no final do mandato não irá para Curitiba.”

EM.Com

Líderes indígenas criticam primeiras medidas de demarcação de terras
“Eles estão sendo manobrados pelas ONGs nacionais e internacionais, que querem explorar as terras, pelos minerais. Feito pela agricultura, só haverá terra suficiente para seu sustento, então sua extensão será relativa ao número de índios na tribo, com previsão de aumento. Vão perder pelo menos 70% do que está destinado, só isso. Eles são ludibriados e, na sua ingenuidade, aceitam qualquer opinião de fora, e não da realidade.”
Decio Werneck

Com chuvas, sistema de abastecimento da Grande BH chega a marca histórica
“Paraopeba salvando, tenho acompanhado essa divulgação da Copasa e acho importante. Acho que falta informar a vazão do Rio Paraopeba no seu ponto de captação, assim como se faz com o Rio das Velhas.”
Renato Silva

“As nascentes da maioria dos rios mineiros estão necessitando de maior cuidado, como também a proteção de suas margens. O Rio Paraopeba, que nasce no município de Cristiano Otoni, próximo a Lafaiete, precisa de maior cuidado e quando o Igam, órgão responsável pelos recursos hídricos de Minas, vai olhar para a bacia do Rio Paraopeba?”
Paulo Roberto Barbosa

Em que ponto está a novela do reajuste das tarifas de ônibus em BH
“O salário mínimo seria de R$ 1.006 e caiu para R$ 998 e vem o aumento da passagem antes da virada do ano, R$ 4,05 para R$ 4,50. E os cobradores, onde estão? Vão voltar ou não? Até agora tem muitos coletivos sem cobrador.”
Bonaparte Jorge Filho Jorge

“Absurda essa tarifa de R$ 4,50 para BH. Os percursos não justificam esse aumento, poucos ônibus têm refrigeração e não são novos. Em SP, a cidade é enorme e a tarifa foi para R$ 4,20 ou R$ 4,30. Um abuso contra a população de BH!”
Magui Baptista

Líderes indígenas criticam primeiras medidas de demarcação de terras
“Sabe aquele lance de respeito à propriedade, às leis e à tradição? Pois é, tudo jogado fora quando o assunto é com os verdadeiros donos do país, os índios, que chegaram primeiro, desbravaram, assentaram, criaram raízes e agora são dizimados pela ganância.”
Giangregório Ramon

Com chuvas, sistema de abastecimento da Grande BH chega a marca histórica
“Aí que mora o perigo: pode virar enchente. Tem que ser igual antibiótico: nem muito nem pouco, na medida certa.”
Elder Alves Ribeiro

 


Publicidade