Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Lições sobre liderança


postado em 02/01/2019 05:05

Pensar na individualidade ajuda a criar um conjunto poderoso
Nos últimos anos, tive a oportunidade de aprender lições valiosas sobre gestão. Liderar equipes de alta performance traz ensinamentos práticos que podem auxiliar não apenas profissionais do mundo do marketing – como é o meu caso –, mas também gestores das mais diversas áreas de atuação. Afinal de contas, ser um líder eficiente é um grande desafio e diversos estudos demonstram que uma gestão ineficaz pode trazer resultados desastrosos.

Segundo pesquisa da Blanchard Company, 32% da rotatividade de funcionários pode ser evitada através de melhores habilidades de liderança. Outro estudo, da Harvard Business Review, mostra que 57% dos profissionais consideram que a falta de um direcionamento claro é o maior problema de liderança nas empresas.

O início do ano é uma boa oportunidade para realização de balanços e melhoria de processos junto aos colaboradores. Não é preciso investir em processos caros ou complexos para obter resultados melhores. Muitas vezes, ser um bom líder passa por pequenas – e efetivas – transformações no comportamento. Uma das características de um bom líder é olhar para a individualidade de seus colaboradores. Não se trata apenas de descobrir perfis, mas também compreender o que move cada um, quais os pontos fortes e os objetivos futuros. Pensar na individualidade ajuda a criar um conjunto poderoso.

Outra dica é estar disponível para ouvir, traçando os direcionamentos coletivamente e garantindo que, dessa forma, cada um fará a sua parte nessa “construção conjunta”. Alinhe sonhos e objetivos e seja sempre transparente. Ninguém idealiza um ambiente de trabalho perfeito, mas todos querem entender movimentos, mudanças e sentir que o trabalho é parte de algo maior.

Em um ambiente que preza pela transparência, não podem faltar feedbacks. Não se trata de apontar erros e defeitos do profissional, mas sim jogar junto de verdade para construir um plano de desenvolvimento. Plano esse que é um “aperto de mãos” entre gestor e liderado. Ou seja, as responsabilidades aqui são divididas e cada um deve cumprir com a sua parte nesse tratado.

Outro ponto importante são as conquistas. Comemore junto com a equipe os resultados alcançados. Mais do que pensar numa premiação física, é preciso valorizar os momentos, a descontração e a sensação de dever cumprido. Essa pode ser a diferença entre ter um profissional frustrado ou motivado para os próximos desafios.

Também é preciso tomar cuidado com a obsessão por metas. É claro que medir resultados é importante para a sustentabilidade de um negócio. Porém, não são os números que movem as pessoas. É essencial ser capaz de interpretar mudanças de comportamento, entender que situações pessoais vão impactar o planejamento e estar preparado para ajudar não só com o cumprimento das metas propostas, mas com tudo que esteja ao seu alcance.

O segredo é não olhar só para cima, mas em todas as direções, e sempre aprender com quem participa do dia a dia da empresa.

 

 


Publicidade