Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Espaço do leitor


postado em 03/11/2018 05:07

MORO
Ministro da Justiça ou do Supremo

 
José Pedro
Curitiba

“Parabéns pela lembrança e convite ao juiz federal Sérgio Moro, coordenador da Operação Lava-Jato, o maior orgulho dos brasileiros, que leva sua alma e sua imagem para pegar todos aqueles que se utilizaram indevidamente dos recursos da Petrobras. O presidente eleito Jair Bolsonaro o convidou para ministro da Justiça ou para o Supremo Tribunal Federal (STF). Movido por uma premonição, peço que o senhor não o coloque no Ministério da Justiça, mas sim reserve a vaga para ele no STF, porque mais do que nunca Sérgio Moro é indispensável em Curitiba, para terminar seu trabalho na Operação Lava-Jato. Para o bem do Brasil, no Ministério da Justiça, agora, não.”

JUIZ
Papel fundamental de magistrado no país

 
Gege Angelini
Belo Horizonte

”O nosso magistrado mais aplaudido em todos os tempos não deveria aceitar quaisquer convites de nosso presidente Bolsonaro. Por uma questão muito simples: os processos ainda em andamento contra o maior e mais honesto corrupto da história da nação merecem atenção redobrada do nobre juiz Sérgio Moro. Segundo se comenta, esses processos somados chegariam a penas de mais de 50 anos de prisão. Por isso, precisamos da equipe atual do Ministério Público Federal (MPF), de Moro e sua equipe, bem como os juízes exemplares do Rio Grande do Sul e Brasília, em suas posições atuais e alinhados com o novo governo central. O trabalho ainda não terminou. Os assaltos aos caixas-fortes foram, deveras, gigantescos.”

PRESIDENTE
Eleitor confiante na atuação de Bolsonaro

Jeovah Ferreira
Brasília

”A cúpula do Partido dos Trabalhadores (PT), inconformada com a chegada do capitão reformado do Exército Brasileiro Jair Messias Bolsonaro à Presidência da República, coloca a cara nos holofotes para dizer que fará oposição ferrenha ao eleito. Novidade seria ouvir dos derrotados que, para o bem do Brasil, estariam dispostos a não atrapalhar o novo governo. A sociedade brasileira sabe, perfeitamente que essa turma, estando fora do poder, torce pelo ‘quanto pior melhor’. Acredito que irão dar com os burros n’água. O presidente Bolsonaro, com certeza, terá apoio do Congresso Nacional para reorganizar o Brasil que o PT desorganizou. Saibam que o Congresso Nacional que teremos, a partir de 1° de fevereiro de 2019, estará disposto a trilhar novos caminhos. O eleitor brasileiro demonstrou, nas últimas eleições, que não aceita mais pouca vergonha na política brasileira e vai acompanhar de perto a atuação do seu representante. O poder é do povo.”

SEM MÁGOAS
Cidadão clama por um país unido


Humberto Schuwartz Soares
Vila Velha – ES

“Abaixem as armas. Armas são contra bandidos, não contra o Brasil. Finda a eleição, sem animosidade, brasileiros unidos pelo país. É preocupante advogados voluntários para defender UNE, MTST e MST que se propõem a insurgir contra o governo. Sem mágoas, esqueçamos o ‘nós’ e ‘eles’, vamos dar chance de o Brasil se refazer. Pensamento positivo e trabalho fazem bem e dignificam o ser humano.”

EM.Com

Presidente da Fiemg mostra otimismo com novo governo, mas critica superministério
“Impressiona como há palpiteiros para criticar as escolhas e um governo que nem assumiu, e muitos fazem justamente quando veem seus interesses pessoais se sobreporem ao interesse coletivo. Lembrei-me de uma frase de Abraham Lincoln: ‘Só tem o direito de criticar aquele que pretende ajudar’.”
Paulo Barbosa

“Eles devem reduzir a máquina estatal para economizar, transformando ministérios em secretarias. Se for algo possível, será positivo, pois ainda haverá os secretários administrando as pastas e atendendo às demandas de cada área. Realmente, Paulo Guedes exagerou, foi um pouco eloquente demais, enquanto o outro realmente defende os interesses do setor que ele preside, tudo normal. Parece-me que querem os holofotes antes da hora.”
n Rodrigo Pedrosa

Pastel de São José é reconhecido como bem cultural de Nova Era
“Parabéns ao pessoal de Nova Era! Culinária é também cultura e deve, sim, ser valorizada e preservada. Quero, um dia, poder experimentar a iguaria.”
Célio Morais

‘Não vou governar em uma redoma’. confira entrevista exclusiva do EM com Zema
“Setenta e cinco por cento das jazidas de nióbio estão nas Minas Gerais. É só o senhor acabar com o contrabando de nióbio e vendê-lo pelo preço certo que terá dinheiro para obras em Minas. O mundo não tem esse metal. Pagaria caro por ele.”
Anita Rahal

‘Se eu errar, o PT volta’, diz Bolsonaro em entrevista exclusiva
“Governe olhando para a frente e esqueça os radicais e derrotados da esquerda brasileira.”
Jose Francisco Nunes Nunes

“Você não fez nada durante 27 anos como deputado, entrou através de uma rede de fake news a serviço do mercado, sem a menor experiência no Legislativo, e em um momento de crise e ruptura política, com um discurso que vai na contramão das melhores práticas em âmbito global. Você já errou, fera. Errou feio. Errou rude.”
Felipe De Avila Franco

“Faça um governo liberal e privatizações, aí sim, vai fazer a diferença e o Brasil vai se tornar uma grande nação.”
Ana Lúcia Carneiro Gonçalves

 


Publicidade