Publicidade

Estado de Minas COVID-19

Fauci e equipe dos EUA discutirão com Brasil formas de ajudar com pandemia

Autoridades americanas se reunirão com brasileiras para determinar como podem auxilixar a superar a crise sanitária


24/03/2021 13:42 - atualizado 24/03/2021 14:10

Infectologista Anthony Fauci é o principal conselheiro médico do governo dos Estados Unidos(foto: POOL/AFP)
Infectologista Anthony Fauci é o principal conselheiro médico do governo dos Estados Unidos (foto: POOL/AFP)
O infectologista Anthony Fauci, principal conselheiro médico do governo dos Estados Unidos, afirmou que ele e a equipe de especialistas focada no combate à COVID-19 vão se reunir com autoridades brasileiras para discutir formas de auxiliar a reverter o pior momento da crise sanitária no Brasil. Em ritmo contrário ao americano, os números de casos, mortes e hospitalizações pelo novo coronavírus têm acelerado no país sul-americano, à medida que a vacinação segue ritmo lento.

Já nos EUA, entre 2,5 e 3 milhões de pessoas são vacinadas diariamente, de acordo com o membro da força-tarefa da Casa Branca contra a pandemia, Andy Slavitt.

Apesar da queda nos casos e a vacinação em massa, há ainda riscos de que os contágios aumentem, segundo a diretora do Centro de Controle de Doenças (CDC, na sigla em inglês) americano, Rochelle Walensky.

Entre as ameaças, Walensky disse que tem observado com atenção o comportamento da variante do coronavírus descoberta em Nova York.

Segundo ela, as evidências até agora apontam para uma capacidade de contágio menor do que a da cepa britânica, considerada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) uma das três variantes de risco, junto com a de Manaus, no Brasil, e da África do Sul.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade