Publicidade

Estado de Minas VIOLÊNCIA NO TRÂNSITO

Jovem que atropelou e matou ciclista no Distro Federal não tem carteira

Amanda Nascimento, de 21 anos, pedalava quando foi atingida; com traumatismo craniano e fratura exposta no braço, ela morreu no hospital


12/11/2020 12:20 - atualizado 12/11/2020 12:27

O motorista de 18 anos, que atropelou a ciclista Amanda Rocha Nascimento, 21, nessa terça-feira (10/11) no Gama, não tinha carteira de habilitação. A informação foi confirmada pela irmã do rapaz. A vítima, atingida por ele, chegou a ser resgatada com vida e levada para o hospital da cidade, mas não resistiu aos ferimentos graves, e morreu nessa quarta-feira (11/11).

Amanda chegou à unidade de saúde com traumatismo craniano, fratura exposta no braço direito, fratura na perna direita e fratura no tornozelo esquerdo. Ao dar entrada no hospital, ainda teve uma parada cardíaca, e foi reanimada 17 minutos depois. O motorista que a atropelou não se feriu.

Outro caso

Nesse domingo (8/11), o motorista Renato da Silva, 40, que atropelou o policiais civil aposentado Givelson da Cunha na DF 205, próximo à Fercal, também não era habilitado. A vítima foi encaminhada ao Hospital de Base em estado grave, por conta do traumatismo cranioencefálico (TCE), fratura no osso zigomático, no braço esquerdo e na costela esquerda e escoriações pelo corpo. O condutor, que não se feriu, fugiu do local do acidente após ser abordado por policiais militares. Depois, se apresentou à delegacia


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade