Publicidade

Estado de Minas CORONAVÍRUS

Brasil tem recorde de registro de casos por coronavírus em um dia e mortes se aproximam de 50 mil

Por dois dias, as secretarias estaduais de Saúde relataram dificuldades na hora de atualizar os dados sobre a COVID-19 na plataforma on-line do Ministério da Saúde, o e-SUS


postado em 19/06/2020 19:58 / atualizado em 19/06/2020 20:35

(foto: Arte/Estado de Minas)
(foto: Arte/Estado de Minas)
Em novo recorde, o Brasil registrou mais 55 mil novos casos do novo coronavírus em 24 horas. Por dois dias, as secretarias estaduais de Saúde relataram dificuldades na hora de atualizar os dados sobre a COVID-19 na plataforma on-line do Ministério da Saúde, o e-SUS, o que fez a contabilização acumular para esta sexta-feira, 19, o que resultou nos números desta sexta. O Brasil superou a marca oficial de 1 milhão de pessoas que já se infectaram com o novo coronavírus.

O número de casos confirmados da doença no País saltou de 983.359 para 1.038.568 entre quinta e sexta-feira, foram 55.209 novos registros em 24 horas.

Pelo quarto dia consecutivo, o Brasil registrou mais de mil mortes por COVID-19 em 24 horas. Foram 1.221 mortes registradas de ontem para hoje, elevando o total de vidas perdidas para 49.090 no País, segundo dados do levantamento realizado pelo Estadão, G1, O Globo, Extra, Folha e UOL junto às secretarias estaduais de Saúde.

O Estado de São Paulo, que desde o início da pandemia é o epicentro da doença, já tem mais de 211 mil casos confirmados do novo coronavírus. Foram 19.030 novos casos de contaminação e 386 mortes, elevando o total para 211.658 e 12.232 respectivamente. A elevação do número de óbitos acontece em um momento de flexibilização da quarentena e retomada das atividades econômicas. Em números absolutos, São Paulo continua liderando o ranking nacional de mortes e casos confirmados da doença.

O Rio de Janeiro vem na sequência da lista de Estados mais afetados, com 183 mortes registradas por COVID-19 e 6.061 novos casos da doença no período de 24 horas. Agora são 8.595 mortes e 93.378 casos no total. Se fosse um país, o Estado do Rio seria o 19º do mundo com mais infectados.

Divulgação de dados

O balanço de óbitos e casos é resultado da parceria entre os jornalistas dos seis meios de comunicação, que uniram forças para coletar junto às secretarias estaduais de Saúde e divulgar os números totais de mortos e contaminados. A iniciativa inédita é uma resposta à decisão do governo Jair Bolsonaro de restringir o acesso a dados sobre a pandemia.

Mesmo com o recuo do Ministério da Saúde, que voltou a divulgar o consolidado de casos e mortes, o consórcio dos veículos de imprensa continua com o objetivo de informar os brasileiros sobre a evolução da COVID-19 no País, cumprindo o papel de dar transparência aos dados públicos.

Nesta sexta-feira, a pasta informou, por volta das 19h, que o Brasil contabilizou 1.206 óbitos e mais 54.771 pessoas infectadas pelo novo coronavírus. Com isso, segundo o Ministério da Saúde, no total são 1.032.913 casos confirmados e 48.954 mortes causadas pelo coronavírus.

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade