Publicidade

Estado de Minas CORONAVÍRUS NO BRASIL

COVID: Brasil se aproxima da marca de 30 mil mortes em dois meses e meio

País registrou 623 novos óbitos e 12.247 casos segundo balanço divulgado nesta segunda-feira


postado em 01/06/2020 19:39 / atualizado em 01/06/2020 21:05

Brasil já é o quarto país no mundo em número de óbitos, atrás de Estados Unidos, Reino Unido e Itália(foto: Paulo Lopes/Estadão Conteúdo)
Brasil já é o quarto país no mundo em número de óbitos, atrás de Estados Unidos, Reino Unido e Itália (foto: Paulo Lopes/Estadão Conteúdo)
O Brasil se aproximou da marca de 30 mil óbitos pelo coronavírus. O balanço divulgado pelo Ministério da Saúde contabilizou 623 novas mortes nas últimas 24 horas, entre domingo e segunda-feira, o que elevou o número total de vidas perdidas para 29.937. Nesse curto intervalo de tempo, foram 12.247 novos casos da doença
 

De acordo com o Ministério da Saúde, 211.080 pessoas se recuperaram da COVID-19. Outros 285.430 pacientes estão em acompanhamento. Além disso, o Ministério ainda investiga 4.412 casos suspeitos. No domingo, o Brasil havia ultrapassado a marca de 500 mil infectados.
 
Depois de atingir por quatro dias seguidos índices superiores a 1 mil mortes a cada 24 horas, o país manteve o panorama do fim de semana. Nesse domingo, por exemplo, foram 480 óbitos. No sábado, 956.

Desde 22 de maio, o Brasil é o segundo país com mais casos confirmados de Covid-19, atrás apenas dos Estados Unidos, que registravam mais de 1,8 milhão de casos nesta segunda-feira, segundo balanço global feito pela universidade norte-americana Johns Hopkins. E é o quarto país em óbitos, sendo superado por EUA (105 mil), Reino Unido (39.127) e Itália (33.475).
 
Nesta segunda-feira, a Organização Mundial de Saúde divulgou que o Brasil e toda a América do Sul não atingiram o pico da doença, algo que Europa e Ásia já progridem a cada dia. A Espanha, por exemplo, que chegou a ser o epicentro da pandemia, pela primeira vez não registrou morte num dia desde 3 de março
 

Balanço nos estados 

Estado com maior número de infectados e mortes no país, São Paulo registrou nas últimas horas 52 óbitos e 1.598 novos casos. A unidade federativa contabiliza 111.296 pessoas com o vírus, quase 25% dos casos do Brasil. O Rio de Janeiro chegou nesta segunda-feira ao total de 5.462 óbitos, 118 a mais que o balanço anterior – já são 54.530 pessoas infectadas.

 

Ceará e Amazonas continuam com números preocupantes. O estado nordestino contabilizou 3.188 mortes e 50.504 casos. Já o nortista teve 2.071 vidas perdidas e 412.774 casos no total. 


O estado de Minas Gerais contabilizou 10.670 casos e 278 mortes, de acordo com as estatísticas da Secretaria Estadual de Saúde (SES/MG). De domingo até esta segunda-feira, foram 206 novas pessoas infectadas e sete mortes. Até agora, foram 5.341 pacientes recuperados. 

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade