Publicidade

Estado de Minas GERAL

Sapucaí está liberada para desfiles de escolas de samba, diz Riotur


postado em 01/03/2019 19:16

O presidente da Empresa Municipal de Turismo do Rio de Janeiro (Riotur), Marcelo Alves, afirmou na noite desta sexta-feira, 1º, que foram atendidas todas as exigências feitas pela Justiça do Rio para autorizar o uso do sambódromo a partir desta noite.

"Eu assinei o termo de compromisso, assim como a Liga das Escolas de Samba, e os bombeiros fizeram a vistoria e autorizaram. Já informamos à Justiça, e no nosso entendimento a situação está resolvida", afirmou Alves.

Ele não soube informar se é preciso que a Justiça se manifeste após receber os documentos e analisá-los, mas reafirmou que a situação está resolvida.

Alves esteve no sambódromo para, em nome do prefeito Marcelo Crivella (PRB), entregar o que chamou de "chave do carnaval" ao rei Momo, cerimônia que se repete desde a década de 1970 e marca a abertura simbólica do carnaval no Rio. Crivella, pastor licenciado da Igreja Universal do Reino de Deus, tem transferido a subordinados a responsabilidade pela entrega da peça que anteriormente era chamada de chave da cidade.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade