Publicidade

Estado de Minas GERAL

Suspeita de rubéola coloca tripulantes de transatlântico em quarentena


postado em 19/02/2019 14:45

Autoridades sanitárias determinaram a quarentena de 15 tripulantes do transatlântico Seaview, por causa de suspeita de rubéola. Um dos maiores navios de cruzeiro a operar na costa brasileira, a embarcação trazia a bordo o cantor Wesley Safadão, que deu um show durante a viagem, iniciada semana passada. A empresa MSC Cruzeiros, responsável pela viagem, não confirmou se o cantor permanece a bordo do navio. O jornal O Estado de S. Paulo apurou, no entanto, que ele permanece na embarcação.

A embarcação tem 22 andares, além de subpiso, tem capacidade para 5.400 passageiros além de 1.500 tripulantes. Os trabalhadores do navio começaram a apresentar no sábado, 16, sintomas da doença: febre baixa, nódulos no pescoço e nas proximidades da orelha, quando a embarcação estava em Santos.

Um dos tripulantes desembarcou e foi hospitalizado na cidade do litoral paulista. Os demais seguiram viagem com o navio, que neste momento está no litoral de Santa Catarina. Tripulantes que tiveram contato com o grupo com suspeita da doença e os que não eram imunizados receberam vacina tríplice viral, que protege contra sarampo, rubéola e caxumba. Amostras de sangue dos tripulantes foram enviadas para análise no Instituto Adolfo Lutz.

Entre o grupo de tripulantes em quarentena estão três brasileiros. Há também trabalhadores da Índia, África do Sul e Madagáscar. Pelo plano original da viagem, amanhã o navio inicia o retorno para o porto de Santos. A viagem deve terminar no dia 2 de março.


Publicidade