Publicidade

Estado de Minas GERAL

Dias Toffoli e Raquel Dodge lamentam morte do jornalista Ricardo Boechat

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e a procuradora-geral da República publicaram nota na tarde desta segunda-feira


postado em 11/02/2019 15:16 / atualizado em 11/02/2019 16:24

(foto: Montagem/ Rosinei Coutinho/SCO/STF; e Jose Cruz/Agencia Brasil)
(foto: Montagem/ Rosinei Coutinho/SCO/STF; e Jose Cruz/Agencia Brasil)

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, e a procuradora-geral da República Raquel Dodge, divulgaram, na tarde desta segunda-feira, nota em que lamentam a morte do jornalista Ricardo Boechat, vítima de acidente aéreo. Boechat estava em um helicóptero que caiu no quilômetro 7 do Rodoanel, próximo ao acesso à Rodovia Anhanguera, próximo a chegada a São Paulo, em cima de um caminhão.

"A imprensa e a sociedade brasileira estão em luto pela perda desse excelente profissional que com dinamismo e versatilidade levava a notícia aos públicos mais diversos, seja para quem o lia na coluna da revista IstoÉ, seja para quem o ouvia na rádio ou o assistia nos telejornais da Band", escreveu Toffoli.

"Presto minhas sinceras condolências à família, aos amigos e às empresas para as quais trabalhou ao longo de quase meio século de jornalismo", disse o presidente do Supremo na nota.

A procuradora-geral da República Raquel Dodge também se manifestou. Para ela, “o silêncio de Boechat será eloquente e sentido em todo o país, porque ele fazia a crítica séria e necessária que caracteriza o bom jornalismo, e é tão necessário para a democracia. Seus ouvintes e leitores sempre contaram com sua coragem e seu discernimento para compreender os movimentos da política e da gestão pública, em análises focadas na ética e na transparência. É, por isso, uma perda significativa para o jornalismo brasileiro.”

Segundo o Corpo de Bombeiros, a aeronave caiu em cima de um caminhão que trafegava pela via, no sentido interior, próximo à praça do pedágio.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade