Publicidade

Estado de Minas GERAL

Temer participa de entrega de Prêmio Jovem Cientista em Brasília


postado em 05/12/2018 17:45

O presidente Michel Temer participou nesta quarta-feira, 5, da cerimônia de entrega do Prêmio Jovem Cientista, realizada no Palácio do Planalto. Para ele, o reconhecimento aos agraciados é importante para estimular a ciência brasileira.

"O tema é vital. Não podemos pensar no nosso amanhã sem refletirmos sobre inovação, o meio ambiente e a transformação da nossa sociedade. Isso significa que queremos ser, cada vez mais, uma potência científica", disse Temer em discurso. Para ele, nenhum governo brasileiro pode prescindir "do aconselhamento e visão privilegiada dos nossos cientistas".

O tema do prêmio neste ano é: "inovações para a conservação da natureza e inovação social". O prêmio foi criado em 1981, está em sua 29ª edição (ele não foi realizado em alguns anos) e contempla as categorias Mestre e Doutor, Ensino Superior, Ensino Médio, Mérito Científico e Mérito Institucional.

Antes das entregas dos prêmios, o ministro de Ciência e Tecnologia, Gilberto Kassab, afirmou que o evento é "a oportunidade que temos para mostrar o talento dos brasileiros e o tanto que eles podem render com o apoio do poder público e do capital privado".

O presidente do CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico), Mário Neto Borges, destacou que o prêmio é importante porque mostra que "do extremo sul ao extremo norte, temos talento de jovens que podem ser os que vão nos ajudar a construir o Brasil". Ele anunciou que os vencedores ganharão uma viagem de uma semana ao Reino Unido, em parceria com o governo de lá, para que eles conheçam universidades, grandes laboratórios e centros de pesquisa.

O Prêmio Jovem Cientista é uma iniciativa do CNPq e do ministério da Ciência e Tecnologia em parceria com a Fundação Roberto Marinho, Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza, Banco do Brasil e conta com o apoio do projeto Ano Brasil-Reino Unido de Ciência e Inovação, da embaixada do Reino Unido no Brasil.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade