Publicidade

Estado de Minas GERAL

SP: moradores fazem barricadas para evitar reintegração de posse de na zona leste


postado em 30/10/2018 10:06

Moradores da zona leste de São Paulo fizeram barricadas na manhã desta terça-feira, 30, no bairro de Lajeado, em Guaianases, para tentar evitar a reintegração de posse do local. De acordo com a Secretaria Municipal de Habitação, a ação estava agendada por determinação da Justiça e encerra "as diversas tentativas de acordos para desocupação voluntária da área".

No terreno em questão vivem 185 famílias que, segundo a Prefeitura de São Paulo, foram notificadas sobre a reintegração. Há dois meses as tentativas de acordo foram intensificadas e algumas das famílias já deixaram a área, enquanto outras permanecem no local. A Secretaria alega que ofereceu atendimento habitacional provisório com auxílio-aluguel para os grupos mais vulneráveis.

O local onde está prevista a reintegração pertence à Cohab e deve receber, de acordo com o órgão, 968 moradias destinadas às famílias que aguardam atendimento e estão inscritas na lista de demanda habitacional há anos. A área foi ocupada em 2014, mesmo ano em que a Cohab entrou com o pedido de reintegração de posse.

A Secretaria disse que houve um acordo para desocupação voluntária em julho de 2015, mas "os ocupantes não cumpriram o combinado" e seguiram com a construção de casas de alvenaria e loteamento "de forma irregular" do terreno.

Linhas de ônibus

A SPTrans informou que duas linhas de ônibus tiveram de ser desviadas nesta manhã no Itaim Paulista em razão da reintegração de posse. A linha 2666/21 Jd. Camargo Velho - Terminal Parque D. Pedro teve seu ponto inicial adiantado para a Rua Tibúrcio de Souza.

Já os ônibus da linha 2004/10 Jd. Nossa Senhora do Caminho - CPTM Guaianazes seguem normalmente até a Rua Tibúrcio de Souza, depois desviam pela Avenida Presidente Tancredo Neves, passam pelas Ruas Masato Sakai e Dr. Miguel Vieira Ferreira e retomam o itinerário normal na Rua Cabo das Tormentas.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade