Publicidade

Estado de Minas GERAL

Pesquisador de Harvard teria usado dados falsos


postado em 20/10/2018 08:07

A revista médica mais prestigiada dos Estados Unidos, a "New England Journal of Medicine" (NEJM), retirou do ar na quarta-feira, 17, sob suspeita de falsificação um artigo de pesquisa sobre células-tronco. Cerca de 30 publicações do autor principal seriam falsas.

Em uma declaração extraordinária, a Escola de Medicina da Universidade Harvard e o hospital afiliado Brigham and Women acusaram Piero Anversa, ex-diretor de laboratório nessas instituições, de ter "falsificado e/ou inventado dados".

As instituições disseram aos sites especializados "STAT" e "Retraction Watch" que solicitaram às revistas que publicaram os artigos que os retirassem. No mundo da pesquisa científica, uma retratação é a pior rejeição para o trabalho de um pesquisador. Significa que o artigo ou estudo tem sérios problemas ou erros, intencionais ou não.

Nesse caso, o artigo que mereceu retratação da NEJM teve muita repercussão em 2011. Anversa havia anunciado a descoberta das primeiras células-tronco para a regeneração dos pulmões, dizendo que poderiam abrir caminho para o tratamento de doenças pulmonares crônicas. Ele também anunciou várias descobertas sobre células-tronco cardíacas, o que lhe deu acesso a US$ 10 milhões de recursos públicos. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade