Publicidade

Estado de Minas GERAL

Com armas de guerra, milicianos e traficantes entram em confronto no Rio


postado em 08/10/2018 10:18

Um confronto entre traficantes de drogas e milicianos que começou de madrugada e se intensificou na manhã desta segunda-feira, 8, impediu muitos moradores de comunidades de Santa Cruz, na zona oeste do Rio, de saírem para trabalhar. Imagens do helicóptero da TV Globo feitas pela manhã mostraram ao menos 18 milicianos usando fardas parecidas com as da PM e portando armamento pesado.

Policiais do 27º Batalhão da Polícia Militar (BPM) chegaram ao local por volta das 7h30 para tentar conter o intenso tiroteio nas comunidades do Rola, Antares, Cesarão e Aço.

"A gente observa que há um grande contingente de marginais, uma grande quantidade de armas sendo empregadas. A situação é bem complexa", explicou o porta-voz da PM, major Ivan Blaz, em entrevista ao "Bom Dia Rio". "A missão neste momento é estabilizar o terreno. Posicionar os veículos estrategicamente para que possam ficar entre esses dois grupos de homens que, deliberadamente, querem se matar, para interromper o confronto. Estabilizar a área é fundamental. São cenas absurdas. Homens com armas de guerra disparando em plena praça pública", disse.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade