Publicidade

Estado de Minas GERAL

Polícia ouvirá alunos envolvidos em agressão a professor


postado em 23/09/2018 18:20

A Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro (PCERJ) informou neste domingo, 23, que os alunos envolvidos no caso de agressão ao professor de Língua Portuguesa Thiago dos Santos Conceição, de 31 anos, começarão a ser ouvidos nos próximos dias. O caso aconteceu na última terça-feira, 18, no Centro Integrado de Escola Pública (Ciep) Mestre Marçal, em Rio das Ostras, na Região dos Lagos. O inquérito foi instaurado após a divulgação de um vídeo nas redes sociais. De acordo com informações divulgadas pela polícia durante a semana passada, foram identificados quatro alunos, entre eles o autor do vídeo e um maior de idade, que pode ser indiciados por desacato, ameaça, constrangimento ilegal, tentativa de lesão corporal e dano ao patrimônio público.

Na sexta-feira, o professor conversou com o Estadão. Segundo ele, as agressões e manifestações racistas na turma de 9º ano, com alunos na faixa de 17 e 18 anos, eram rotineiras. "No telefone do garoto tem toda a filmagem dessa e de outras brutalidades que eles vêm fazendo. Já aconteceu confusão com funcionário da escola em que o guarda deu tapas no rosto de um garoto, e ele revidou. Entrei em fevereiro no Ciep, como temporário. Sabia que seria um ambiente difícil, mas no meio do caminho percebi que seria pior", disse.

Após a divulgação das agressões, Conceição foi afastado da turma e agora deixou a escola, onde dava aulas havia sete meses. Ele diz ter se sentido ameaçado. "Tem um ditado popular que diz: 'Quem ameaça, faz'", afirmou. "Não quero pagar para ver. Saí de Rio das Ostras e não volto", completou.

Apesar da revolta, o professor defende uma ação pedagógica para mudar o comportamento dos alunos. Para ele, fatores como negligência dos pais e outras questões sociais levaram àquela situação. "Não adianta transferi-los de escola, e outro colega passar pelo que passei", disse o professor, frisando que acredita na educação. "Eu tenho esperança de que esse cenário pode mudar", completou.

O vídeo, divulgado na rede por um dos alunos da turma, tem cerca de três minutos. As imagens mostram um dos estudantes arremessando uma pochete em direção ao professor, um aluno rasga uma das provas, Conceição é empurrado e xingado.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade