Publicidade

Estado de Minas

Greve dos caminhoneiros afeta transporte coletivo do Rio e de BH


postado em 24/05/2018 10:06

Rio e Belo Horizonte, 24 - Em razão da greve dos caminhoneiros e da falta de combustível para os coletivos, a circulação dos ônibus e BRTs na cidade do Rio de Janeiro foi afetada, informou a Secretaria Municipal de Transportes. Os deslocamentos devem ser feitos prioritariamente por transporte público de massa (metrô, trem e VLT), aconselhou a Prefeitura, que pediu às concessionárias reforço da frota.

O BRT, que circula nas zonas oeste e norte e transporta 380 mil passageiros por dia, tem somente metade da frota circulando. Houve interrupções nos serviços no eixo da Avenida Cesário de Melo, em Campo Grande, zona oeste, e no trecho entre Madureira e a Ilha do Fundão, zona norte, por falta de ônibus. Os intervalos entre os demais coletivos do Rio também estão irregulares.

BH

Os ônibus de Belo Horizonte começaram a operar nesta quinta-feira em escala reduzida em parte do dia em razão da greve e o impacto no fornecimento de combustível. Segundo a BHTrans, empresa responsável pelo transporte público viário na capital, entre 9h e 16h o número de viagens será reduzido pela metade. O objetivo, segundo a empresa, é garantir operação normal dos coletivos no horário de pico.

(Roberta Pennafort e Leonardo Augusto, especial para a AE)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade