Publicidade

Estado de Minas

Professores de escolas particulares de SP aprovam nova paralisação para terça


postado em 23/05/2018 17:06

Em assembleia nesta quarta-feira, 23, os professores da rede particular de ensino do Estado de São Paulo aprovaram uma nova paralisação na próxima terça-feira, 29. A avaliação da direção do sindicato é de que a categoria entende ainda não ter força para aprovar uma greve geral e, por isso, o trabalho de conscientização e movimentação nas escolas continua nos próximos dias.

Há 15 anos sem greve, a categoria cruzou os braços nesta quarta-feira para reivindicar a manutenção de direitos trabalhistas, como recesso escolar de 30 dias no fim do ano, bolsa de estudos para dois filhos e garantia de semestralidade. Segundo o Sindicato dos Professores do Estado de São Paulo (Sinpro-SP), 34 escolas e 3 mil professores paralisaram total ou parcialmente as atividades nesta quarta.

A última grande mobilização da categoria ocorreu em 2003, quando os professores reivindicavam reajuste salarial. Segundo Silvia Bárbara, diretora do Sinpro, na época, o movimento ocorreu apenas em algumas escolas da capital.

(Isabela Palhares)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade