Publicidade

Estado de Minas

Retorno do feriado tem 18 km de congestionamento na Régis Bittencourt


postado em 01/05/2018 19:48

Sorocaba, 01 - O paulistano que decidiu aproveitar até o final o feriado prolongado de 1º de maio encontrou pouco congestionamento no retorno para a capital, no início da noite desta terça-feira (1). Às 18 horas, a Régis Bittencourt (BR-116) era a rodovia mais congestionada, com 18 km de retenção entre São Lourenço da Serra (km 300) e Embu das Artes (km 282).

Havia também seis quilômetros de fila de carros na Fernão Dias, em Mairiporã, sentido capital. O trânsito chegava a parar completamente do km 52 ao km 58. Quem seguiu para a Baixada Santista não teve problemas no retorno. Com oito pistas do Sistema Anchieta-Imigrantes direcionadas para a capital, na Operação Subida. havia um pouco de lentidão apenas no trecho da Serra do Mar. O tempo bom era um aliado dos motoristas.

Já a Ayrton Senna tinha congestionamento do km 56 ao km 49, em Guararema. Na Carvalho Pinto, o retorno para São Paulo tinha fila de carros do km 84 ao km 75, em São José dos Campos. A Dutra tinha pontos de congestionamento em Taubaté e Guarulhos, somando seis quilômetros. Do km 212 ao km 215, em Guarulhos, a lentidão se devia às obras do trevo da Jacu-Pêssego.

De acordo com as concessionárias, muitas famílias anteciparam a volta do feriado prolongado, distribuindo melhor o tráfego. Na rodovia Castelo Branco, o trânsito tinha a mesma intensidade de um fim de semana comum, com lentidão, mas sem pontos de parada. No Sistema Anhanguera-Bandeirantes também não havia congestionamento.

(José Maria Tomazela)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade