Publicidade

Estado de Minas

Suspensão de cargos na Câmara de SP não prevê demissão


postado em 24/04/2018 07:54

São Paulo, 24 - Atendendo a pedido de esclarecimento da Câmara Municipal, o desembargador do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) Sérgio Rui esclareceu que a suspensão de 1.068 cargos no Legislativo municipal valerá, por ora, apenas para novas nomeações. Ou seja: está suspensa a contratação para preencher cargos de confiança, mas não haverá demissões.

A existência dessas vagas será decidida quando for analisado o mérito da ação proposta pelo Ministério Público. Conforme o jornal

O Estado de S. Paulo

revelou nesta segunda-feira, 23, o procurador-geral de Justiça, Gianpaolo Smanio, considera que o preenchimento de cargos técnicos por indicação direta dos vereadores, sem concurso, é inconstitucional. As informações são do jornal

O Estado de S. Paulo.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade