Publicidade

Estado de Minas

Prédio desaba em Salvador e uma criança morre soterrada

Sete pessoas de uma família foram atingidas. Bombeiros e Polícia Militar trabalham nos escombros


postado em 13/03/2018 09:51 / atualizado em 13/03/2018 12:17


O desabamento de um prédio em Salvador, na Bahia, na manhã desta terça-feira (13) matou uma criança e feriu pelo menos duas pessoas.

 

O menino, identificado como Robert de Jesus, de 12 anos, foi retirado com vida, mas morreu a caminho do hospital.

 

Ao menos sete integrantes de uma família foram soterrados no acidente. Três continuam sob os escombros. Quatro foram resgatados e levados a um hospital de pronto-atendimento da capital baiana.

O prédio de três andares desabou perto das 6 horas de hoje, no Alto do São João, em Pituaçu.

 

Ainda são desconhecidas as causas do desabamento.

 

Com a ajuda de moradores, bombeiros continuam vasculhando os destroços à procura de outras vítimas.

Chuva


Segundo a Defesa Civil do município (Codesal), o edifício ficava em uma área de ocupação informal e desabou devido às fortes chuvas que atingiram a cidade na manhã desta terça, sendo que em alguns locais o índice pluviométrico chegou a 100 milímetros.

Seis residências vizinhas serão embargadas temporariamente para verificação das condições de segurança estrutural. Uma dessas casas teve que ser parcialmente demolida para facilitar os trabalhos de resgate.

Segundo a Defesa Civil de Salvador (Codesal), esta foi a ocorrência mais grave registrada na capital da Bahia em função das chuvas. A cidade enfrenta ainda acidentes de trânsito, deslizamentos e alagamentos em diversos pontos.

Em nota, a prefeitura lamentou a tragédia e garantiu que a Secretaria de Promoção Social e Combate à Pobreza vai prestar toda a assistência necessária às famílias atingidas, incluindo as das seis residências vizinhas embargadas temporariamente. As famílias serão cadastradas e vão receber auxílio-moradia. (Com agências)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade