Publicidade

Estado de Minas

Vereador que matou cobra com mordida depois de ser picado recebe alta

Álvaro Teixeira foi atacado por uma cascavel de cerca de um metro


postado em 19/07/2017 23:21 / atualizado em 20/07/2017 19:49

(foto: Arquivo pessoal)
(foto: Arquivo pessoal)

Está em casa, depois de passar cinco dias internado, o vereador Álvaro Teixeira (PSB), de 36 anos, que matou uma cobra venenosa com uma mordida, após ser picado pelo réptil. O feito inusitado, que aconteceu município de Juru, no Sertão da Paraíba,  repercurtiu nas redes sociais e fez fama ao corajoso político.

O vereador contou que o acidente aconteceu numa propriedade rural que possui. Ele  estava no local sem bota quando a cobra, uma cascavel de cerca de um metro, deu o bote.

Álvaro disse ainda ter sentido uma fisgada na perna e, como reação, pegou a cobra e mordeu. "Senti muita raiva na hora, foi por instinto", contou.

Depois de revidar ao ataque, o político disse que foi para um hospital da região. Em seguida, foi transferido para outra unidade, onde tomou soro durante os cinco dias em que ficou internado.

Repercussão

Por ser uma animal perigoso, o ataque do vereador sobre a cobra repercurtiu na cidade. Apesar de o réptil causar muito medo nas pessoas, Álvaro  revelou que não teve medo, pois já é acostumado a lidar com este tipo de animal. Ele ainda fez uma revelação: 'Fui criado no campo. Eu já tinha na cabeça que no dia que uma cobra me mordesse, eu morderia ela', disse.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade