Publicidade

Estado de Minas

Mais de cem casais dizem "sim" em casamento comunitário em Brasília

Próxima edição do programa Alma Gêmea será realizada em junho e já conta com mais de 100 inscrições


postado em 27/04/2014 10:17

Os 10 anos de relação entre a dona de casa Maria do Carmo Alves, 56 anos, e do auxiliar de serviços gerais Cristiano Gonçalves do Prado, 36, já confirmava uma história de amor. Neste sábado (26/4), durante a nona edição do projeto Alma Gêmea, eles selaram o relacionamento com o casamento. "Sempre tive o sonho de casar, desde menina. E agora me sinto feliz porque consegui realizar", disse Maria do Carmo. Além deles, mais 108 casais contraíram núpcias e, desde o início do projeto, em 2012, 550 outros também puderam dizer o "sim".

Promovido pela Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania, o Alma Gêmea realiza casamentos comunitários em vários pontos do DF. Ele é aberto para qualquer pessoa que deseje se casar. "Não havendo impedimentos legais, todos podem se inscrever. Basta ligar na secretaria ou mesmo pela nossa página no Facebook", explicou o secretário de Justiça, Jefferson Ribeiro.

A próxima edição será realizada em junho e já conta com mais de 100 inscrições. Todas as noivas recebem tratamento de cabelo e maquiagem, além dos vestidos. Vivendo juntos há oito anos, Catiane Matos Miranda, vendedora de 25 anos, e Alexandro Brito Monteiro, gerente comercial de 31, já tem um filho e esperam por outro. Casar sempre esteve nos planos e, ao atingirem essa meta, só pensam em mais possiblidades. "É uma sensação ótima. Estamos muito felizes", garantiu Alexandro.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade