Publicidade

Estado de Minas

Nova outorga do Cantareira deve ocorrer só em 2015


postado em 21/03/2014 07:49

São Paulo, 21 - O Departamento de Água e Energia Elétrica (DAEE) e a Agência Nacional de Águas (ANA) devem adiar para agosto de 2015 a renovação da outorga do Sistema Cantareira, que dá direito à Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) de retirar água de represas formadas por rios da região de Campinas e abastecer 47% da Grande São Paulo. Os órgãos vão se reunir para tomar a medida e evitar que a crise do sistema prejudique o debate.

“Estamos negociando ainda com a ANA. Nessa escassez, discutir outorga agora não tem clima”, afirmou o diretor-presidente do DAEE, Alceu Segamarchi, nesta quinta-feira, 20, em Campinas. A outorga vence em agosto deste ano. Segamarchi negou que seja uma decisão política. “É uma decisão conjunta. Todo mundo, os comitês, todos estão pensando a mesma coisa.”

A outorga foi renovada pela primeira vez em 2004. No processo, tanto a Sabesp como as cidades do interior fazem seus pedidos sobre o volume de água a ser usado. Hoje, a Grande São Paulo tem direito a até 31 mil litros de água por segundo e a região de Campinas a 5 mil. As informações são do jornal

O Estado de S. Paulo.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade