(none) || (none)
UAI
Publicidade

Estado de Minas

Ministério decreta emergência sanitária no Piauí por causa de praga na lavoura


postado em 06/12/2013 09:25

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento declarou estado de emergência fitossanitária no Piauí, em razão de risco de contaminação pela Helicoverpa armigera, lagarta que causa prejuízo principalmente às lavouras de milho, soja e algodão. A medida foi publicada na edição de hoje do Diário Oficial da União.

Para contenção da praga, foram autorizadas as mesmas ações permitidas para o oeste da Bahia, que também teve emergência declarada no início do mês passado. O estado de alerta tem validade até 6 de dezembro de 2014.

O estado de emergência permite medidas em casos que necessitem de controle imediato de pragas, delegando poderes aos governos estaduais. No caso do Piauí, nos municípios considerados áreas de risco pelo Ministério da Agricultura, fica permitida a importação de agrotóxicos, que devem ter emprego autorizado em pelo menos três países-membros da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico.

Os países também devem adotar o Código Internacional de Conduta para Distribuição e Uso de Pesticidas, da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO). Outras ações são a adoção do vazio sanitário (período sem plantio, para evitar a propagação de pragas), uso de armadilhas, iscas ou outros métodos de controle físico, liberação de agentes de controle biológico, além da rotação de culturas.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade

(none) || (none)