Publicidade

Estado de Minas

Detentos do Maranhão serão beneficiados com Plano Nacional de Saúde

Os presos sentenciados vão poder contar com atendimento de atenção básica dentro das próprias unidades prisionais


postado em 19/03/2012 08:10 / atualizado em 19/03/2012 11:34

O Ministério da Saúde publicou na última quinta-feira, no Diário Oficial da União, a portaria nº 452, qualificando o estado do Maranhão a receber incentivo para Plano Nacional de Saúde no Sistema Penitenciário (PNSSP). Com isso, os presos sentenciados vão poder contar com atendimento de atenção básica dentro das próprias unidades prisionais.

A portaria do dia 15 de março autorizou o funcionamento de 10 equipes de agentes de saúde nas unidades prisionais e, disponibilizou o valor de R$ 583.200,00 para o plano atender a população penitenciária de 2.265 presos. "Está é uma grande conquista para o Sistema Penitenciário do Maranhão que vem lutando a mais de 12 anos pelo PNSSP, é uma vitória para a todas as instituições que lutaram por essa melhoria no sistema. Agora, os presos permanentes vão contar mais qualidade na saúde, com atendimento nas áreas de saúde da mulher, do homem e, do idoso", destacou Iolice Ribeiro, coordenadora de saúde do Sistema Penitenciário do Maranhão.

As dez equipes vão atuar em seis unidades prisionais no Estado, sendo três na capital e três no interior. Na penitenciária de Pedrinhas, no Presídio São Luís, no Crisma (mulheres presas), na Penitenciária de Imperatriz, de Timon e de Pedreiras. Cada equipe de saúde vai atender 500 presos de justiça, com ações para proteção da saúde, prevenção de agravos, diagnostico, tratamento, reabilitação e manutenção da saúde da população carcerária.

Durante o trabalho, as equipes de profissionais da área de saúde vão encaminhar os casos de alta complexidade para rede de saúde pública, para que os pacientes tenham todo o atendimento necessário para o tratamento, reabilitação e promoção da saúde. Para a realização do PNSSP, Secretaria de Estado da Justiça e da Administração Penitenciária (Sejap) deve se reunir em breve com o secretário de saúde do estado Ricardo Murad, para definir como o plano vai ser implantado no Maranhão.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade