UAI
Publicidade

Estado de Minas CHECAMOS

É montagem a capa do The Washington Post dizendo que Bolsonaro é o melhor presidente do Brasil

A capa é ilustrada com uma foto do presidente durante o discurso de abertura da Assembleia Geral da ONU


30/09/2021 19:26 - atualizado 30/09/2021 19:27


 

redes sociais
Captura de tela feita em 29 de setembro de 2021 de uma publicação no Facebook ( . / ) (foto: Reprodução)
Uma suposta capa em que o jornal norte-americano The Washington Post diz que Jair Bolsonaro é o melhor presidente brasileiro “de todos os tempos” foi compartilhada mais de 1.500 vezes em redes sociais desde o último dia 25 de setembro. Trata-se, no entanto, de uma montagem feita a partir de uma outra edição falsa do periódico distribuída nas ruas de Washington em janeiro de 2019. O jornal norte-americano não deu destaque ao presidente Jair Bolsonaro em nenhuma de suas últimas capas.


“Bolsonaro is the best brazilian president of the all times and people loves´m”, diz a suposta manchete que significaria, em tradução livre para o português: “Bolsonaro é o melhor presidente brasileiro de todos os tempos e o povo o ama”

A capa é ilustrada com uma foto do presidente durante o discurso de abertura da Assembleia Geral da ONU, no último dia 21 de setembro, e a legenda: “Bolsonaro 2022” . “Palavras do THE WASHINGTON POST dos Estados Unidos” , destaca uma das publicações compartilhadas no Facebook ( 1 , 2 , 3 ), Twitter ( 1 , 2 , 3 ) e Instagram

O jornal norte-americano não publicou, contudo, a edição compartilhada nas redes. 

Montagem reutilizada

No canto esquerdo da capa viralizada é possível ler a chamada, em inglês: “Celebrações irrompem em todo o mundo com o fim da era Trump” . Uma busca por essa frase no Google leva a diversas matérias sobre a distribuição de uma edição falsa do The Washington Post nas ruas da capital norte-americana em janeiro de 2019 ( 1 , 2 , 3 ). 

Na época, um jornal com a logo do The Washington Post foi entregue a pessoas que passavam perto da Casa Branca noticiando que o então presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, havia renunciado ao cargo, como foi relatado em matéria do próprio veículo. 

Uma das reportagens sobre o tema é ilustrada com uma imagem com exatamente os mesmos elementos vistos na suposta capa de Bolsonaro. Uma comparação com a foto , tirada pelo fotógrafo Tasos Katopodis para a Getty Images, permite confirmar que a edição compartilhada nas redes é uma montagem feita a partir do jornal distribuído em janeiro de 2019. 

Coincidem o fundo de pedras sobre o qual o jornal está colocado, a formatação das duas colunas ao lado da foto principal e a imagem vista na parte inferior central das capas, além de outros elementos destacados abaixo: 
redes sociais
Comparação feita em 29 de setembro de 2021 entre capa compartilhada no Facebook e foto publicada no site da Getty Images ( . / ) (foto: Reprodução)

Sem destaque para Bolsonaro

Além disso, uma consulta às primeiras páginas publicadas pelo The Washington Post desde 22 de setembro de 2021 - primeiro dia após ser feita a foto de Bolsonaro vista na versão viralizada -, mostra que o jornal norte-americano não deu destaque ao presidente do Brasil em nenhuma de suas capas até o último dia 29 de setembro. 

Em 29 de setembro , a primeira matéria do jornal era sobre a retirada das tropas norte-americanas do Afeganistão. Em 28 de setembro , sobre um acidente envolvendo duas crianças. Em 27 , o jornal deu destaque para uma matéria sobre as consequências da pandemia de covid-19 e, no dia 26 , novamente para uma reportagem sobre o Afeganistão. 

Em 25 de setembro , a primeira matéria era sobre as mudanças climáticas na América do Sul e, no dia 24 , sobre a realidade das mulheres sob a nova liderança do Talibã. Em 23 de setembro , a capa do The Washington Post destacou um texto sobre violência armada e, no dia 22 , outro sobre a deportação de haitianos dos Estados Unidos.

Desde o discurso de Bolsonaro na Assembleia Geral da ONU, o jornal norte-americano publicou três matérias sobre o presidente brasileiro ( 1 , 2 , 3 ). Nenhuma delas inclui frase semelhante à citada nas redes.

A manchete viralizada possui, ainda, múltiplos erros de inglês que inviabilizariam sua publicação em um dos maiores jornais dos Estados Unidos. Por exemplo, a expressão “of all times”, é escrita incorretamente com o artigo “the” e o verbo “love” não concorda corretamente com a palavra “people”. 

Por fim, a tipografia do título visto na capa compartilhada nas redes também diverge consideravelmente da empregada normalmente pelo veículo.

Conteúdo semelhante a este foi verificado pela Agência Lupa


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade