Publicidade

Estado de Minas CHECAMOS

É uma montagem a foto de um homem preso vestindo uma camisa com a inscrição Lula Livre

O conteúdo, que faz referência à frase empregada por aqueles que defendiam a soltura do ex-presidente, também circula no Twitter e Instagram


26/04/2021 20:51 - atualizado 26/04/2021 20:51


 

Captura de tela feita em 26 de abril de 2021 de uma publicação no Facebook
Captura de tela feita em 26 de abril de 2021 de uma publicação no Facebook
A imagem de um homem preso com uma grande quantidade de drogas, supostamente vestido com uma camisa com os dizeres “Lula Livre”, foi compartilhada centenas de vezes em redes sociais desde meados de abril. O conteúdo já havia circulado amplamente em março de 2019. Trata-se, no entanto, de uma montagem. Na foto original, divulgada em 2018 pela Secretaria da Segurança Pública do Ceará, o suspeito vestia uma camisa vermelha lisa, sem qualquer frase estampada.


“Já imaginaram se esse cidadão tivesse com a camiseta do Bolsonaro..? Seria matéria pra um Globo Repórter inteiro..!”, dizem as publicações compartilhadas mais de 700 vezes no Facebook (1, 2, 3) desde o último dia 21 de abril.

O conteúdo, que faz referência à frase empregada por aqueles que defendiam a soltura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) quando ele esteve preso na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, também circula no Twitter (1, 2, 3) e Instagram ao menos desde março de 2019. 

A imagem compartilhada nas redes foi, no entanto, alterada digitalmente.

Uma busca reversa no Google levou a uma nota publicada em 15 de outubro de 2018 pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará reportando a detenção de um homem que transportava 183,3 kg de maconha no município de Senador Pompeu, no dia 13 do mesmo mês.

O texto traz a foto original do flagrante, na qual é possível ver que o homem vestia, na verdade, uma camisa vermelha lisa: 

Segundo a nota, o homem foi abordado pela Polícia Rodoviária do Ceará na rodovia estadual CE 060 e as drogas foram localizadas em um fundo falso de sua caminhonete. “Além dos tijolos de maconha, foram apreendidos sete relógios importados, sem notas fiscais, e uma quantia em dinheiro”, detalhou a Secretaria da Segurança Pública.

A apreensão também foi divulgada pela Polícia Militar do Ceará, que publicou em sua conta no Facebook uma segunda foto do homem, na qual é possível confirmar que não havia nenhuma frase estampada na parte da frente de sua camisa:


O caso foi amplamente noticiado por veículos locais (1, 2, 3), que também publicaram as imagens em que não há menção ao ex-presidente na camisa do suspeito.

Preso em abril de 2018 pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, Lula foi solto em novembro de 2019, após decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que derrubou a prisão em segunda instância.

O ex-presidente aguardava o resultado de recursos em liberdade até o último dia 8 de março, quando o ministro do STF Edson Fachin anulou todas as suas condenações relacionadas à Operação Lava Jato por considerar que os casos foram julgados por uma vara sem competência. Com essa decisão, Lula recuperou seus direitos políticos e voltou a ser elegível.

Conteúdo semelhante a este foi verificado pelos sites Aos Fatos e Agência Lupa.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade