UAI
Publicidade

Estado de Minas KIEV

Ucrânia designa novo procurador-geral encarregado de julgar criminosos de guerra russos


27/07/2022 12:16

O Parlamento da Ucrânia designou nesta quarta-feira (27) Andrii Kostine, advogado e deputado do partido do presidente Volodymyr Zelensky, como novo procurador-geral, com o objetivo de punir todos os criminosos de guerra russos.

O Rada aprovou sua candidatura com 299 votos, na presença de Zelensky, mais de uma semana após a surpreendente demissão de sua antecessora, Irina Venediktova.

Deputado do partido presidencial Servo do Povo, Kostine, de 49 anos e natural de Odessa, no sul da Ucrânia, já presidiu a comissão de leis. Em seu discurso ao Parlamento, Kostin estabeleceu o objetivo de levar à justiça os soldados russos acusados de crimes de guerra na Ucrânia.

"Devemos parar o terror e o genocídio da nação ucraniana. O registro e a documentação adequados dos crimes do infrator contribuirão para isso", destacou. "Uma das tarefas prioritárias é punir todos os criminosos de guerra russos", continuou Zelensky.

Por sua vez, o conselheiro presidencial Mikhailo Podoliak elogiou o novo procurador-geral como um homem de "reputação impecável" e apreciado pelos aliados ocidentais da Ucrânia.

O influente veículo ucraniano Ukrainska Pravda, por outro lado, criticou Kostine pela falta de progresso na reforma judicial que ele estava encarregado no Parlamento.

Alguns observadores consideraram esta remodelação da Procuradoria-Geral como uma manobra destinada a reforçar o controle do chefe de Estado sobre as forças de ordem.

Enquanto a Ucrânia está prestes a ter, sob pressão ocidental, um procurador anticorrupção independente, o novo procurador-geral terá os meios para "bloquear ou cancelar" as decisões deste último, alertou Vitali Chabunine, diretor da ONG ucraniana Centro de Ação contra a Corrupção.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade