UAI
Publicidade

Estado de Minas FRANKFURT

Diretora da feira de arte Documenta renuncia após escândalo antissemita


16/07/2022 11:32

A diretora da Documenta, a prestigiosa feira de arte contemporânea de Kassel (Alemanha), deixará o cargo, após a polêmica causada por um conteúdo considerado antissemita - anunciou a organização do evento neste sábado (16).

O conselho de supervisão da Documenta expressou sua "profunda consternação pelo fato de se poder observar claros motivos antissemitas" na abertura desta feira de arte contemporânea em junho, segundo um comunicado.

Nesse contexto, chegou-se a um acordo com a diretora, Sabine Schormann, para rescindir seu contrato e nomear uma direção interina.

A obra que causou o escândalo era do coletivo indonésio Taring Padi, cujo mural intitulado "People's Justice" ("Justiça do Povo") mostrava um soldado com cabeça de porco, uma estrela de Davi e a inscrição "Mossad" no capacete.

Também mostrava um homem com dentes compridos, cabelos encaracolados, um chapéu com a inscrição da SS nazistas e um charuto no canto da boca, remetendo às charges antissemitas dos judeus ortodoxos.

O trabalho foi rapidamente coberto depois que a embaixada israelense e representantes dos judeus alemães exigiram sua remoção.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade