UAI
Publicidade

Estado de Minas WASHINGTON

Comitê legislativo dos EUA considera proibição para armas de assalto


15/07/2022 17:22

Um comitê da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos votará na semana que vem, pela primeira vez em quase 20 anos, um projeto de lei que proibirá armas semiautomáticas de grosso calibre.

"Nosso país tem sido testemunha de matanças sem sentido (...) e a cada vez um fato se mantém notavelmente consistente: a arma preferida para o assassinato em massa é uma arma de assalto de grosso calibre", apontou Jerold Nadler, presidente do Comitê Judicial da Câmara de Representantes.

O legislador democrata acrescentou que o projeto de lei, que proibiria a venda, importação, fabricação ou transporte de certas armas semiautomáticas, será avaliado pelo Comitê na próxima quarta-feira.

Se a "Proibição às armas de assalto de 2021" for aprovada pelo comitê controlado pelo Partido Democrata, passará ao plenário da Câmara, onde esse partido tem a maioria.

No entanto, o texto provavelmente está condenado ao fracasso no Senado.

Os democratas têm 50 assentos no Senado, de 100 membros, e precisariam de 10 votos republicanos para levar a medida ao plenário.

Nadler acrescentou que é "mais do que aterrorizante e perturbador que uma arma projetada como uma ferramenta de guerra tenha chegado às mãos de jovens de 18 anos e às nossas ruas".

Em 24 de maio, um jovem 18 anos matou 19 crianças e dois professores em Uvalde, no Texas, com um fuzil semiautomático que comprou legalmente.

"Qualquer arma que permita o massacre rápido e eficaz de crianças em nossas escolas não tem espaço em nossas comunidades", ressaltou Nadler.

A democrata Nancy Pelosi, presidente da Câmara baixa, disse que há "um grande apoio em nossa bancada para proibir as armas de assalto".

Em 1994, o Congresso aprovou uma proibição a fuzis de assalto e outras armas de alta capacidade por 10 anos. Mas a medida expirou em 2004 e os legisladores não a renovaram. As vendas dessas armas dispararam desde então.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade