UAI
Publicidade

Estado de Minas RAMALLAH

Palestino morre em operação do exército israelense na Cisjordânia ocupada


06/07/2022 06:20

Soldados israelenses mataram um palestino nesta quarta-feira (6) durante uma operação do exército em Jenin. norte da Cisjordânia ocupada, informaram fontes palestinas.

Rafiq Riyad Ghannem, 20 anos, morreu "em Jenin durante a madrugada", anunciou o ministério palestino da Saúde.

O exército israelense afirmou que soldados que trabalhavam para deter um "indivíduo suspeito de atividades terroristas" na cidade de Jaba, ao sul de Jenin, atiraram depois que a pessoa tentou fugir.

"Os soldados respeitaram os procedimentos de detenção e atiraram quando o suspeito tentou fugir... ele foi atingido", afirmou o exército em um comunicado.

"Os soldados prestaram atendimento de emergência ao suspeito, que morreu em seguida", acrescenta a nota oficial.

O exército informou ainda a detenção de 24 suspeitos e a apreensão de armas em uma operação contra "atividades antiterroristas" em cidades da Cisjordânia.

As forças israelenses aumentaram nas últimas semanas as operações em Jenin, cujo campo de refugiados é um reduto de facções armadas palestinas de onde saíram os autores de ataques recentes em Israel e na Cisjordânia.

Os ataques, aos quais se somam outros executados por árabes israelenses, deixaram 19 mortos, a maioria civis.

Durante as operações, o exército israelense matou pelo menos 50 palestinos e três agressores árabes israelenses, incluindo alguns integrantes de grupos armados, assim como civis, como a jornalista Shireen Abu Akleh, do canal Al Jazeera, que cobria uma operação em Jenin.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade