UAI
Publicidade

Estado de Minas WASHINGTON

Autoridade sanitária dos EUA confirma eficácia da vacina contra covid da Moderna em bebês


10/06/2022 16:11

As autoridades sanitárias federais dos Estados Unidos, que decidirão na próxima semana se autorizam a utilização em bebês de duas vacinas contra a covid-19, confirmaram nesta sexta-feira (10) os dados de eficácia fornecidos anteriormente pelo laboratório Moderna para a imunização de crianças de seis meses a cinco anos.

A Administração de Alimentos e Medicamentos (FDA, na sigla em inglês), que analisou de forma independente os dados dos ensaios clínicos realizados pela Moderna, relatou uma eficácia contra casos sintomáticos de 51% em bebês de seis meses a dois anos, e de 37% em crianças de dois a cinco anos.

"Ainda que a eficácia da vacina [...] seja menor do que a observada em estudos com adultos e crianças mais velhas, é consistente com a eficácia observada contra a [variante] ômicron em adultos", disse a FDA.

No entanto, o imunizante da Moderna para adultos, inclusive com uma efetividade reduzida no caso da ômicron, segue sendo muito eficaz para proteger contra os casos graves da doença, ressaltou.

Os dados da Moderna "apoiam a aplicação" da vacina em duas doses, na proporção de 100 microgramas por injeção para adolescentes de 12 a 17 anos, 50 microgramas para crianças de seis a 11 anos e 25 microgramas para a faixa de seis meses a cinco anos, concluiu a FDA.

Nos Estados Unidos, a vacina da Moderna atualmente só é autorizada para maiores de 18 anos.

Esse longo documento de mais de 100 páginas, publicado pela FDA, servirá de base para as discussões do comitê de consulta de especialistas na próxima semana, que estudará a autorização da vacina da Moderna e outra elaborada pela farmacêutica Pfizer.

PFIZER


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade