UAI
Publicidade

Estado de Minas WASHINGTON

Trump diz que ameaçou não defender aliados da Otan da Rússia se não pagassem


22/04/2022 14:16

Donald Trump disse que, quando era presidente dos Estados Unidos, ameaçou não defender os aliados da Otan em caso de ataque da Rússia, a menos que fizessem uma contribuição financeira maior para a aliança atlântica.

O ex-presidente republicano (2017-2021) disse na quinta-feira à noite em um evento organizado pela Heritage Foundation que em uma cúpula da aliança sugeriu que o tratado da Otan não seria respeitado porque "todos eram criminosos. Não pagaram".

Embora a cláusula do Artigo 5 da Otan exija que os membros defendam qualquer um de seus membros que estejam sob ataque militar, Trump disse que não se sente obrigado por causa das diferenças de opinião entre os membros.

"Eles me perguntaram, um dos presidentes... 'isso significa que você não vai nos proteger caso não paguemos, você não vai nos proteger da Rússia?'... Eu disse, 'é exatamente isso que isso significa'", disse Trump, acrescentando que a mídia não transmitiu intencionalmente sua ameaça na época.

Tanto durante sua campanha eleitoral de 2016 quanto na Casa Branca, Trump frequentemente atacou publicamente a aliança militar transatlântica, o coração geopolítico do Ocidente desde a Segunda Guerra Mundial, que ele descreveu como um grupo de países que vivem da generosidade dos Estados Unidos.

Trump, que muitas vezes se descreve como um grande negociador, disse rindo à Heritage Foundation que estava blefando para obter concessões de aliados, de acordo com comentários divulgados pela mídia conservadora RSBN.

Segundo o ex-presidente, sua ameaça surtiu efeito porque "o dinheiro começou a entrar" dos demais membros da Otan.

Trump foi frequentemente acusado de ser respeitoso com o presidente russo, Vladimir Putin, cuja invasão da Ucrânia - não pertencente à Otan - em 24 de fevereiro provocou uma resposta maciça de Washington e seus aliados europeus com ajuda militar a esse ataque e uma bateria de sanções econômicas contra Moscou.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade