UAI
Publicidade

Estado de Minas PARIS

Obrigar a pagar o gás em rublos: a contrassanção da Rússia à UE é de aplicação incerta


24/03/2022 10:18

A decisão da Rússia de obrigar os "países hostis" a pagar seu gás somente em rublos poderia contribuir para "desdolarizar" o mercado de hidrocarbonetos, mas sua aplicação é incerta, segundo o especialista em energia Nicolas Mazzucchi, investigador da Fundação para a Investigação Estratégica (FRS), um grupo de reflexão francês.

Por uma parte, a decisão poderia equivaler a um não cumprimento de contrato, como apontaram, na quarta-feira, vários analistas e o governo alemão. E também há questões sobre como fixar o preço e sobre a escolha dos bancos intermediários.

PERGUNTA: É surpreendente a decisão de Vladimir Putin de proibir os europeus de pagar os hidrocarbonetos em dólares ou em euros?

RESPOSTA: São as contra-sanções russas que esperávamos. Temos que recordar que quando, em 2014, houve uma rodada de sanções contra a Rússia, ela impôs contra-sanções, sobretudo, à importação de produtos agrícolas processados europeus. Da mesma maneira, a Rússia está pondo em marcha suas contra-sanções y golpeando onde mais dói.

P: Quais podem ser as consequências?

R: Se funcionam, terão dois efeitos: subirá artificialmente o valor do rublo, já que criará demanda para essa moeda, afetada pela decisão russa de iniciar essa guerra na Ucrânia. O segundo efeito interessante [para Rússia] é que desde o momento em que há "desdolarização", de alguma maneira se evitam todas ou parte das sanções americanas que poderiam recair sobre o uso do dólar, porque grande parte da extraterritorialidade da legislação americana se baseia no dólar. Ao "desdolarizar", tenta-se eliminar a capacidade de pressão americana.

No caso do Irã, os Estados Unidos disseram: "O proibimos de comercializar em dólares" e como o mundo do petróleo e do gás, se faz todo em dólares, ao dizer "agora já não é mais em dólares, nem em euros", Moscou pode potencialmente esperar fugir de certas sanções.

P: A que empresas essa decisão afeta?

R: Todas las que compram hidrocarbonetos diretamente da Rússia (...) Quando a Rússia quer estabelecer um sistema baseado no uso do rublo, a questão será: Como transformar essa quantidade em dólares em una quantidade em rublos. Que valor de referência utilizaremos? (...) Teremos que ver como se implementaria. Qual será a aplicação real, será necessário passar por determinados bancos? Si é assim, se trata de bancos que já não possuem necessariamente a capacidade ter ativos em território europeu. Terá que passar por terceiros países? Terá que ver caso a caso. Cada ator, si quiser seguir comercializando hidrocarbonetos com a Rússia, estabelecerá sua própria estratégia y seu próprio circuito, não haverá necessariamente um modelo único.

TOTALENERGIES

Engie


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade