UAI
Publicidade

Estado de Minas PEQUIM

China desinfeta correio internacional por risco de covid


18/01/2022 11:40

O serviço postal da China ordenou que seus funcionários desinfetem sistematicamente as correspondências do exterior, depois que as autoridades levantaram a hipótese de que uma carta procedente do Canadá pode ter transportado a variante ômicron para o país.

A menos de três semanas para o início dos Jogos Olímpicos de Inverno em Pequim, as autoridades temem que sua política de "covid zero" possa ser minada por uma série de focos limitados detectados recentemente no país.

A China tem mantido os casos de coronavírus sob controle, mas enfrenta alguns surtos esporádicos há algumas semanas. O número de novos casos diários raramente passa de 200.

No fim de semana passado, Pequim identificou o primeiro caso da variante contagiosa ômicron em uma pessoa que recebeu uma carta do Canadá. Havia traços do vírus na missiva.

Na segunda-feira, os correios publicaram um regulamento que orienta os funcionários a desinfetarem todos os pacotes que chegam do exterior. Além disso, os trabalhadores encarregados do manuseio desses envios devem receber uma dose de reforço da vacina anticovid.

A população foi convocada a reduzir seus pedidos e compras de "países e regiões com alto risco de covid", anunciou o serviço postal chinês.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade