UAI
Publicidade

Estado de Minas WASHINGTON

Recorde de latinos em cargos públicos nos EUA


12/01/2022 12:57

O número de latinos que ocupam cargos públicos nos Estados Unidos aumentou até quebrar um recorde em 2021, informou nesta quarta-feira (12) o Fundo Educativo da Associação Nacional de Funcionários Latinos Eleitos e Designados (NALEO).

Segundo o diretório nacional desta associação, o número de funcionários eleitos latinos aumentou 3% desde 2020, passando de 6.883 para 7.087.

"Embora seja animador ver o número crescente de funcionários eleitos latinos, também devemos lembrar que o trabalho para garantir uma representação igualitária está longe de terminar", alerta o diretor executivo da NALEO, Arturo Vargas, em um comunicado.

"Ainda temos muito a fazer para garantir que as comunidades latinas de todo o país possam escolher líderes que prestem contas e respondam às suas preocupações e necessidades", acrescenta Vargas, com motivo da publicação do diretório, criado como recurso de referência para compreender a presença dos latinos no governo.

No ano passado, o maior aumento de funcionários latinos eleitos foi registrado na Califórnia (+10,4 %, de 1.660 a 1.833) e no estado de Nova York (+10,7%, de 168 a 186), afirma, detalhando sua distribuição geográfica, o cargo que ocupam e, em alguns casos, sua afiliação política.

A maioria dos funcionários latinos ocupam cargos a nível municipal (2.349) ou em conselhos escolares (2.668).

Em uma década, entre 2001 e 2021, o número de funcionários latinos eleitos cresceu 74,6% no país (de 4.060 para 7.087), afirma o relatório.

A representação latina mais que dobrou em todos os níveis (funcionários estaduais, judiciais e policiais em cargos de distritos).

Em 2001 não havia latinos no Senado americano. Em 2021, havia seis. Há 20 anos havia 39 estados com representação latina em qualquer cargo, em comparação com 45 estados 20 anos depois.

Nas duas décadas observa-se um maior aumento de mulheres em cargos públicos em relação aos homens (eram 27% de funcionárias em 2001 e 40% em 2021).

O número de latinos em cargos públicos diminuiu proporcionalmente nos estados considerados tradicionalmente como centros de população hispânica e aumentou em outros com populações latinas "emergentes".


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade