UAI
Publicidade

Estado de Minas BRUXELAS

Desemprego da eurozona teve leve retrocesso em novembro, a 7,2%


10/01/2022 09:42

A taxa de desemprego na zona do euro voltou a cair ligeiramente em novembro, mês em que as contratações resistiram a novos surtos de coronavírus em vários países-membros - é o que mostram os números oficiais divulgados nesta segunda-feira (10).

A agência Eurostat informou que a taxa de desemprego atingiu 7,2% da população economicamente ativa em novembro, contra 7,3%, em outubro, e 7,4%, em setembro.

Na União Europeia em seu conjunto - ou seja, incluindo os países do bloco que não adotam a moeda única -, o desemprego caiu de 6,7%, em outubro, para 6,5%, em novembro.

Os dados divulgados pelo Eurostat representam uma melhora acentuada em relação ao ano anterior, quando a taxa de desemprego se situou em 8,1% na zona do euro, e em 7,4%, na UE em geral.

A agência estima que 13,9 milhões de residentes da UE ficaram sem trabalho em novembro.

O desemprego juvenil se situou em 15,4% na UE, e em 15,5%, na eurozona, também abaixo do mês anterior.

A tendência de queda no desemprego resistiu a novos surtos da variante delta do coronavírus em países como Alemanha, Holanda e Bélgica, o que sugere que as decisões dos governos de limitar as restrições preservaram suas economias.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade