UAI
Publicidade

Estado de Minas KANO

Grupo de homens armados mata mais de 140 pessoas na Nigéria, denunciam habitantes


08/01/2022 10:47

Quatro moradores do noroeste da Nigéria afirmaram neste sábado (8) à AFP que homens armados, conhecidos localmente como "bandidos", mataram ao menos 140 pessoas em vários ataques esta semana, fato ainda não confirmado pelas autoridades.

O centro e o noroeste da Nigéria são há anos bases de gangues criminosas que atacam aldeias, assassinam ou realizam sequestros para pedir resgates.

"Enterramos um total de 143 pessoas assassinadas pelos bandidos nesses ataques", disse uma das quatro fontes, Balarabe Alhaji, líder comunitario de uma das cidades afetadas no estado de Zamfara.

Centenas de homens armados em motos invadiram quase dez cidades dos distritos de Anka e Bukkuyum, entre quarta e quinta-feira, atirando nos moradores, saqueando e incendiando casas, segundo habitantes locais.

As autoridades do governo ainda não comentaram esses ataques.

Babandi Hamidu, morador da cidade de Kurfa Danya confirmou os ataques e explicou que "mais de 140 pessoas foram enterradas nas dez cidades" e que continuam "procurando corpos, porque há muita gente desaparecida".

Idi Musa, moradora de outra cidade, Kurfa Danya, disse que "o saldo de mortos é enorme". "Há cerca de 150 pessoas assassinadas pelos bandidos"

Outro morador, que forneceu apenas o primeiro nome, Babangida, mencionou um balanço parecido.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade