UAI
Publicidade

Estado de Minas WASHINGTON

EUA soma 199.000 novas vagas em dezembro, menos que esperado


07/01/2022 11:38

A economia dos EUA criou apenas 199.000 empregos em dezembro, muito menos do que os 440.000 esperados pelos analistas, o que reflete uma recuperação do mercado de trabalho americano sujeita às flutuações da pandemia da covid-19 - anunciou o Departamento do Trabalho nesta sexta-feira (7).

Ainda assim, a taxa de desemprego continuou em queda, e mais do que o previsto, situando-se em 3,9% (-0,3 ponto percentual). Com isso, começa a se aproximar do nível pré-pandêmico (3,5%).

A decepcionante criação de vagas deste mês se soma ao mesmo desempenho de novembro, também mais baixa do que as previsões dos economistas (249.000 revisadas para cima).

Os dados foram coletados antes de a variante ômicron se espalhar por todo país.

Embora o índice de desemprego continue caindo no grosso da população, aumentou 0,6 ponto entre os afro-americanos, situando-se em 7,1%.

O presidente Joe Biden, que fez do aumento do nível de emprego e da redução da desigualdade suas prioridades, deve comentar estes números nesta sexta.

"O crescimento do emprego foi, em média, de 537.000 (vagas) por mês em 2021", disse o Departamento do Trabalho, em um comunicado.

Desde abril de 2020, 18,8 milhões de empregos foram criados, mas ainda faltam 3,6 milhões para atingir o nível pré-pandêmico.

Em dezembro, o emprego continuou a aumentar no setor de lazer e hotelaria, entre os mais afetados pela covid-19, assim como nos serviços profissionais e empresariais, indústria, construção, transportes e armazenamento.

Quase dois anos depois da chegada do vírus aos Estados Unidos, setores como entretenimento e hotelaria, necessariamente presencial, continuam extremamente vulneráveis.

Muitas empresas adiaram seus planos de retornar ao trabalho no escritório e, às vezes, por tempo indeterminado.

Restaurantes e teatros se encontram em uma situação cada vez mais difícil, devido à escassez crônica de pessoal e ao temor de novas infecções por ômicron.

Alguns distritos escolares retomaram o ensino a distância, ou ameaçam fazê-lo, o que dificulta, em especial, o retorno das mulheres ao trabalho.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade