UAI
Publicidade

Estado de Minas LHOK SUKON

Milhares de evacuados na Indonésia por enchentes atribuídas ao desmatamento


04/01/2022 11:12

As fortes inundações na ilha de Sumatra, na Indonésia, provocaram a evacuação de quase 24.000 pessoas e a morte de duas crianças, informaram as autoridades nesta terça-feira (4).

Ambientalistas apontaram que a tragédia é consequência do desmatamento na região.

As chuvas torrenciais afetam o norte da ilha desde 31 de dezembro e transbordaram rios, elevando o nível da água a três metros em áreas residenciais, segundo a agência local de gestão de desastres.

"Nós sofremos enchentes ao menos cinco a oito vezes por ano em Pirak Timur", afirmou Muzakkir, um homem de 33 anos desta cidade na província de Aceh, que se identifica com um só nome como muitos indonésios.

"Mas as inundações de hoje são as piores", disse à AFP.

Syarifuddin, morador de Lhok Sukon, na mesma província, declarou que "a água continua subindo na casa, chega no meu peito" e "a maior parte das casas na região está inundada".

As autoridades da província de Aceh declararam estado de emergência pelas inundações, que destruíram prédios públicos, infraestruturas e áreas agrícolas.

Na província agrícola de Jambi, no centro de Sumatra, 24.000 pessoas foram afetadas pelas inundações, que não deixaram vítimas.

Para a organização ambientalista Walhi, o fenômeno está estreitamente ligado ao desmatamento de áreas para abrir espaço para as plantações de óleo de palma.

"Se o meio ambiente rio acima for destruído, mas as autoridades só se interessarem pela situação rio abaixo, o problema não será resolvido" e as inundações continuarão todo ano, declarou Ahmad Shalihin, diretor executivo da Walhi en Aceh.

Zulkifli, chefe da cidade Meunasah Jok, explicou que "como as florestas são cortadas na parte alta, as áreas baixas sofrem um impacto muito grande" com as inundações.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade