UAI
Publicidade

Estado de Minas MOSCOU

Putin diz que Rússia defendeu seus interesses 'firmemente' em 2021


31/12/2021 12:15

O presidente Vladimir Putin garantiu em seu discurso de Ano Novo que a Rússia havia defendido "firmemente" seus interesses em 2021, um ano marcado por uma repressão sem precedentes à oposição interna e a crescente tensão com o Ocidente.

"Defendemos com firmeza e consistência nossos interesses nacionais, a segurança do país e dos cidadãos", disse o líder em um discurso transmitido pela televisão.

A transmissão aconteceu à meia-noite de Kamchatka, uma península localizada no extremo leste do país, e captada por agências russas.

Em caráter doméstico, 2021 se caracterizou por uma perseguição sem precedentes ao protesto interno, começando com a prisão do opositor Alexei Navalny em fevereiro.

Ao mesmo tempo, as tensões entre a Rússia e o Ocidente estão em alto nível devido à situação na Ucrânia.

O chefe do Kremlin, no poder desde 1999, também expressou seu apoio aos russos que perderam entes queridos para a covid-19. Seu país está entre os mais afetados pela pandemia no mundo.

"Quero expressar meu sincero apoio a todos aqueles que perderam familiares, entes queridos, amigos", acrescentou.

A agência estatal de estatísticas da Rússia informou na quinta-feira que mais de 71.000 pessoas morreram de coronavírus no país em novembro, um recorde mensal desde o início da pandemia.

Putin também disse aos russos que o "principal objetivo" de Moscou para o futuro é "melhorar o bem-estar e a qualidade de vida das pessoas".

A Rússia celebra o Ano Novo em seus 11 fusos horários, começando em Kamchatka e terminando no enclave ocidental de Kaliningrado.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade