UAI
Publicidade

Estado de Minas ASUNCIÓN

Paraguai priorizará consenso no Mercosul ao assumir a presidência pró-tempore


17/12/2021 19:49

O presidente do Paraguai, Mario Abdo Benítez, se reunirá pessoalmente entre janeiro e fevereiro com os presidentes do Brasil, Argentina e Uruguai, em busca de consensos para fortalecer o Mercosul, disse o chanceler Euclides Acevedo, nesta sexta-feira (17).

"A liderança de mediação do presidente Abdo permitirá que os presidentes do Mercosul cheguem a um acordo", afirmou Acevedo em coletiva de imprensa em Assunção, no final da LIX Cúpula virtual de Chefes de Estado do Mercosul e Estados Associados.

"O Mercosul tem que buscar outros blocos (para comercializar), mas agindo com toda a potência de nosso capital de mais de 200 milhões de habitantes. Temos que saber usar o mercado", comentou Acevedo, referindo-se à posição do Uruguai, que busca autonomia para negociar individualmente com a China.

"Os princípios fundacionais do Mercosul nos obrigam a atuar em bloco e negociar por consenso. Isso não significa que não prestamos atenção às reivindicações do Uruguai. É justamente isso que Abdo fará, buscar acordos (entre chefes de Estado) no desejo de flexibilidade que o Uruguai deseja", acrescentou o chanceler paraguaio, reiterando a posição de seu país nos últimos meses.

O chanceler afirmou também que uma das prioridades imediatas do governo paraguaio será chegar a um acordo sobre a redução da tarifa externa comum, acordada entre Brasil, Argentina e Paraguai - sem a adesão do Uruguai.

Assunção assumiu a presidência pró-tempore do Mercosul nesta sexta-feira.

A rodada de visitas da Abdo em janeiro e fevereiro começará em Brasília, continuará em Buenos Aires e terminará em Montevidéu, anunciou o chanceler.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade